Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/5991
Title: Mulher na ciência: "Ciência também é coisa de mulher"
Authors: Cortes, Mariane Rodrigues
metadata.dc.contributor.advisor: Cordeiro, Claudette Elísea
metadata.dc.contributor.members: Cordeiro, Claudette Elísea
Jonathan, Daniel
Almeida, Lucia da Cruz de
Abstract: O presente trabalho tem como objetivo contar histórias de mulheres que contribuíram para a evolução das ciências, enfatizando a presença das mesmas no cenário científico da física, enfrentando a barreira do machismo. Handelsman [1] afirmou que o fato de muitas mulheres não almejarem a carreira científica não estaria relacionado a uma habilidade inata apenas dos homens nessa área, como se pensava no passado. Ao contrário, afirmou que isso se deve ao fato das mulheres não serem motivadas a seguirem essa carreira, além de faltarem modelos femininos que as motivem. Com vista nisso, este trabalho temos como proposta de material didático fazer uso das redes sociais como Facebook e Youtube para contar as histórias de cientistas mulheres que contribuíram muito para a evolução da física nos panoramas mundial e nacional, que não tiveram seu trabalho reconhecido, trazer mais informações ao leitor a respeito da presença de mulheres que atuaram em uma época em que a única educação que lhes era oferecida era aquela para se tornarem uma boa dona de casa. Aquelas que eram mais instruídas eram incentivadas a escolher profissões ligadas as ciências humanas e biológicas como: Professoras das séries iniciais ou Enfermeiras. E ainda, mostrar as barreiras e problemáticas encontradas por essas mulheres em seu dia a dia e em suas carreiras por terem escolhido a carreira acadêmica na área de ciências exatas e da terra. Enfrentando todas as dificuldades, elas mostraram coragem e deixaram suas contribuições para o crescimento da ciência.
metadata.dc.description.abstractother: The present work aims to tell stories of women who contributed to the evolution of the sciences, emphasizing their presence in the scientific scenario of physics, facing the barrier of machismo. Handelsman [1] argued that the fact that many women did not pursue a scientific career would not be related to an innate ability only of men in this area, as previously thought. On the contrary, she said that this is due to the fact that women are not motivated to follow this career, besides lacking female models that motivate them. With this in view, this work we have as a proposal of didactic material make use of social networks like Facebook and Youtube to tell the stories of female scientists who contributed much to the evolution of physics in the world and national panoramas, that did not have their work recognized, to bring more information to the reader about the presence of women who acted at a time when the only education offered them was to become a good housewife. Those who were more educated were encouraged to choose professions linked to the human and biological sciences such as: Professors of the early grades or Nurses. Also, show the barriers and problems encountered by these women in their daily lives and in their careers for having chosen the academic career in the area of exact sciences and earth. Facing all the difficulties, they showed courage and left their contributions to the growth of science.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/5991
Appears in Collections:IFF - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Mariane Rodrigues Cortes.pdf4.43 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.