Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6190
Title: Sífilis: diagnóstico e identificação molecular de amostras clínicas de pacientes com apresentação com apresentação atípica.
Authors: Oliveira, Paola Cristina Brandão Ferreira
metadata.dc.contributor.advisor: Barros, Rosana Rocha
metadata.dc.contributor.advisorco: Gomes, Harrison Magdinier
metadata.dc.contributor.members: Cavalcanti, Silvia
Peixoto, Julia
Périssé, André Reynaldo Santos
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: Treponema pallidum subespécie pallidum é o agente causador da sífilis, uma doença sexualmente transmissível, de distribuição mundial que é conhecida há mais de 500 anos. É chamada de “A Grande Imitadora” por ser capaz de mimetizar diferentes doenças como hanseníase, lúpus, líquen, micoses, farmacodermias entre outras, o que pode tornar o diagnóstico da sífilis bastante desafiador. Estudos sobre esse organismo são complicados, pois o T. pallidum é uma bactéria não cultivável. Sendo assim, ferramentas moleculares se tornam muito úteis para a determinação da diversidade e epidemiologia das infecções, além de ter o potencial de aprimorar o tratamento clinico, os métodos de prevenção e controle e de contribuir para o melhor entendimento sobre aquisição e transmissão da sífilis. Este estudo teve como objetivos: (i) confirmar o diagnóstico da sífilis de amostras clínica atípicas, através de métodos moleculares (ii) realizar a identificação molecular das cepas circulantes nos isolados desses pacientes, (iii) identificar a presença de mutação no gene 23S rRNA do T. pallidum, que comprovadamente confere resistência antibiótica ao macrolídeo. Foi um estudo transversal, descritivo para a presença de infecção por Treponema pallidum: com o objetivo verificar a utilidade de ferramentas moleculares para o diagnóstico e tipificação da sífilis em pacientes atendidos no Ambulatório Souza Araújo – IOC/FIOCRUZ. A análise molecular teve como alvo três genes: (1) o gene tpp15 (que codifica uma proteína de 15KDa); (2) o gene arp, e (3) o gene que codifica para o 23S rRNA. Resultados: O DNA treponêmico foi encontrado em 31 (87%) pacientes. 46,6% das amostras testadas foram positivas para o gene 23S rRNA e foram examinadas para resistência a macrolídeos. Em dois (2,7%) isolados de dois (6,5%) pacientes, foi identificada a mutação A→G (A2058G). Um total de cinco cepas foram identificadas, sendo os subtipos 14 (38%) e 7 (31%) os mais predominantes. Um paciente teve duas cepas identificadas em diferentes amostras coletadas no mesmo episódio, senda cada uma delas com um perfil diferente para resistência aos macrolídeos. Nossos resultados demonstram a boa eficácia do diagnóstico molecular da sífilis e a prevalência do subtipo 14; demonstra também a existência de cepas mutantes que são resistentes aos macrolídeos. Diferentes genótipos de T. pallidum podem ser identificados em um mesmo paciente o que pode significar reinfecção ou co-infecção.
metadata.dc.description.abstractother: Treponema pallidum subsp. pallidum is the causative agent of syphilis, a sexually transmitted disease that has been known more than 500 years. It’s called “The Great Imitator” as it mimics different diseases as Hansen’s disease, lupus, lichen planus, yeast infections, drug-induced skin disorders among others, which can make the diagnosis of syphilis very challenging. Identification of the organism was complicated because T. pallidum is a non-cultivable bacteria, with that, molecular typing is a powerful tool for determining diversity and epidemiology of infections, in addition, has the potential of improve the clinical treatment, the prevention and control methods, add to that can contribute for the better knowledge about acquirement and transmission of syphilis. This study has as objective: (i) confirm the diagnosis of syphilis form atypical clinical samples, by molecular methods; (ii) identified subtyping of the circulating strains in this patients; (iii) identified the presence of gene 23S rRNA mutation, which is proven as responsible for macrolide resistance. It was a transversal study, descriptive for the presence of T. pallidum infection: with the purpose of verifying the usefulness of molecular tools for the diagnosis and subtyping of syphilis in patients attended at the Souza Araújo Ambulatory – IOC/FIOCRUZ. The molecular analyses target four genes: (1) tpp15 gene (that encode a protein of 15KDa); (2) arp gene, and (3) 23S rRNA gene. The treponemical DNA has been found in 31 (87%) patients. The mutation in the 23S rRNA gene was identified in 46% of the samples and this mutation was confirmed. In two samples from two different patients, was identified the A→G (A2058G) mutation. A total of five strains where identified, being the subtypes 14 and 7 the most prevalent. One patient had two different strains in the same episode, which one with a different macrolide resistance profile. Our study demonstrated good efficacy of the molecular diagnosis for syphilis and prevalence of 14 subtypes; also demonstrate the existence of mutant strains that are resistant to macrolides. Different genotypes of T. pallidum could be identified at the same patient which can mean re-infection or co-infection.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6190
Appears in Collections:PPGMPA - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016 - Paola Cristina Brandão Ferreira de Oliveira.pdf3.08 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons