Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6274
Title: Estudo da dirofilariose canina na região oceânica de Niterói– RJ - Brasil
Authors: Silva, Manoela Selene garcia
metadata.dc.contributor.advisor: Beatriz, Brener
metadata.dc.contributor.advisorco: Leles, Daniela
metadata.dc.contributor.members: Sudré, Adriana Pittella
Silva, Valmir Laurentino
Menezes, Rodrigo Caldas
Issue Date: 2015
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: Casos de dirofilariose canina são frequentes próximo à costa em países de clima tropical, como na cidade de Niterói no Estado do Rio de Janeiro, onde a infecção é encontrada. Por apresentar grande importância na região, causando doença grave em cães e podendo ser transmitida para humanos, o objetivo do presente estudo foi a caracterização do perfil molecular do parasito Dirofilaria immitis através dos fragmentos dos genes cox1 e 12S a fim de conhecer o genótipo circulante na região e também fazer um estudo da prevalência da infecção nessa região. Foram estudadas 33 amostras sanguíneas de cães já positivas para Dirofilariose pela técnica de Knott modificado, provenientes dessa região, uma amostra de parasito adulto proveniente do vômito de um cão, localização ectópica, e outros três parasitos adultos provenientes de localização ectópica e localização normal de um cão que foi submetido à necropsia. Foi realizada a extração de DNA dessas amostras e posteriormente a PCR para os alvos 12S e cox1, genes determinados como barcode para esse parasito, seguidas de sequenciamento nucleotídico. Também foi realizado um estudo da prevalência com 385 fichas de cães testados para presença do parasito. Quanto aos resultados moleculares, todas as sequências foram idênticas entre si e mostraram 100% de similaridade com muitas outras sequências nucleotídicas de D. immitis depositadas no GenBank, como de canídeos provenientes da Itália e da Austrália, Red panda (Ailurus fulgens) da China, e também com felinos da Itália. Inclui-se nesta comparação um cão, na Itália, com dirofilariose ocular. Quanto ao estudo da prevalência, foi verificado um percentual de 24,1% (93/385) de cães positivos para a infecção. Conclui-se neste estudo que o genótipo circulante na Região Oceânica de Niterói é o mesmo encontrado em outras partes do mundo, o que sugere ser um genótipo cosmopolita e que este também poderia causar migrações erráticas. Assim como a alta prevalência encontrada na região denota a importância de uma maior vigilância pelas autoridades competentes no que concerne à infecção
metadata.dc.description.abstractother: Cases of heartworm disease in dogs are usually found near the coast of tropical countries, one example of that being the city of Niterói, in the state of Rio de Janeiro, Brazil. Since that infection is highly frequent in the area, causing serious diseases in dogs and being likely to affect humans, this dissertation aims the molecular study of the parasite Dirofilaria immitis through COX-1 and 12S genes in order to find out its circulating genotype and to analyze the prevalence of the infection in that area. Thirty-three blood samples from dogs positive for heartworm disease by modified Knott’s technique, one sample of an adult parasite contained in the vomit of a dog, i.e. ectopic location, and other three adult parasites from ectopic and normal locations of a dog that had been submitted to necropsy were studied. The extraction of DNA from those samples and the PCR for the targets 12S and COX-1, which are genes determined as barcode for that parasite, followed by nucleotide sequencing, were carried out. A prevalence study with 385 records of dogs that had been tested for the presence of the parasite was also performed. As to the molecular results, all sequences were identical and presented 100 percent similarity with many other nucleotide sequences of D. immitis contained in the GenBank, such as the ones from canids in Italy and Australia, red pandas (Ailurus fulgens) in China and also felids in Italy. A dog diagnosed with ocular dirofilariasis, in Italy, was also included in this studie. As to the prevalence study, it was found that 93 out of 385 dogs (24.1%) were positive for the infection. This study demonstrates that the circulating genotype at the Oceanic Region of Niterói is the same as the one found in other parts of the world, which suggests that it is a cosmopolitan genotype and that it could also cause erratic migrations. The high prevalence in that area indicates that an increased surveillance by the competent authorities regarding the infection is important.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6274
Appears in Collections:PPGMPA - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015 - Manoela Selene Garcia Silva.pdf2.61 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons