Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6322
Title: O conhecimento de primíparas acerca da vacinação de recém-nascidos: a enfermagem construindo saberes e práticas
Authors: Ribeiro, Priscila Guiducci Coe
metadata.dc.contributor.advisor: Ferreira, Helen Campos
metadata.dc.contributor.members: Ferreira, Helen Campos
Fonseca, Ana Lucia Muniz da
Campos, Maria Aparecida Brito
Issue Date: 2013
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Ribeiro, Priscila Guiducci Coe. O conhecimento de primíparas acerca da vacinação de recém-nascidos: a enfermagem construindo saberes e práticas. 2013. 60 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, 2013.
Abstract: A hepatite B e a tuberculose podem ser evitadas através da imunização. No entanto, observou-se durante estágios da Graduação que há atraso do esquema de imunização, verificado nos registros das cadernetas de saúde das crianças. Uma vez que o esquema básico de imunização tem por objetivo reduzir a morbimortalidade infantil é importante que a população faça aderência ao Programa Nacional de Imunização cujo objetivo é controlar e ou erradicar as doenças infecto-contagiosas e imunopreviníveis. Os pais, e na nossa sociedade principalmente as mães, são responsáveis pelo cumprimento do calendário de vacinação assim busca-se conhecer quais saberes (conhecimentos) as mães primíparas possuem sobre as vacinas: contra hepatite B e a BCG e verificar quais estratégias de educação em saúde os profissionais de enfermagem estão utilizando para informar as mães sobre a importância da vacinação contra hepatite B e BCG. O objeto de estudo é o conhecimento de mães primiparas sobre estas duas vacinas recebidas nas primeiras 24h de vida. Trata-se de pesquisa qualitativa, do tipo descritivo exploratório. O cenário foi o Centro Municipal de Saúde Alice Toledo Tibiriçá. Os sujeitos foram 30 primiparas, voluntárias, com idade acima de dezoito anos que responderam a entrevista semi-estruturada. Este estudo justifica-se por ser de grande valia para assegurar o direito do recém-nascido por acreditar que a mãe instruída sobre a importância e como proceder com a vacinação de seu filho, irá procurar com menor frequência os serviços de saúde com seu filho doente e ajudará na redução da mortalidade infantil. Os resultados mostram que as primiparas detêm algum tipo de saber sobre as vacinas em questão, mesmo que não conheçam a real importância e proteção que as mesmas conferem à saúde das crianças. Este fato aponta que a ação do enfermeiro deve ser intensificada em relação à educação em saúde sobre imunização para população. Conclui-se que há uma carência de orientação para as primiparas levando-as à compreensão limitada sobre o processo de imunização, gerando o descumprimento do calendário de vacinação. Isto implica diretamente na formação de enfermeiros que devem aumentar o numero de atividades educacionais no sentido de permanecerem alertando a população para que se comprometa com a vacinação infantil.
metadata.dc.description.abstractother: The hepatitis B and the tuberculosis can be prevented through the immunization. However, during the Graduation internship, it was noted, through the Child Health Handbook, the delay in the immunization scheme. Once, the basic immunization scheme aims to reduce the infant morbmortality, it is important that the population joins to the Immunization National Program, whose objective is control and/or eradicate the infectious and preventable diseases. The fathers and, in our society, mainly the mothers, are responsible by the compliance to the vaccination calendar. So, it seeks to know the awareness that the primigravid has about hepatitis B and BCG’s vaccination; and verify which health education’s strategies, the nurses are using to inform the mothers about the importance of hepatitis B and BCG’s vaccination. The study object is the knowledge of the primigravid about these two vaccines, that have to be received in the first 24 hours of age. It is a qualitative research, and its type is the descriptive and exploratory. The background was Alice Toledo Tibiriçá Municipal Health Centre. The subjects were volunteer mothers, primigravids, with legal age, that answered a semi-structured interview. This study is justified, and has a high regard, because it ensures the newborn right, and it is believed that when the mothers are instructed about the importance of how to proceed with the vaccination of their children, rarely they will search the health services, with their sick children. And it will help with the reduction of the infant mortality. The results show that the primigravids have some knowledge about the presented vaccines, even if they don’t know the importance and protection that the vaccines give to the child’s health. This occurrence indicates that the nurse’s performance should be intensified to the health education about the population’s immunization. It is concluded that there is a lack of orientation among the primigravids, that make them to have a limited comprehension about immunization process, thereby generating the non-compliance of the immunization scheme. This involves directly the nurse’s formation, that should increase the number of educational activities to alert the population about the commitment with the infant vaccination.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6322
Appears in Collections:EEAAC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC Priscila Guiducci.pdf1.62 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.