Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6350
Title: Detecção de parasitos veiculados pela água e pelo solo em aldeias Guarani nos municípiosde Angra dos Reis e Paraty do estado do Rio de Janeiro, Brasil
Authors: Barbosa, Alynne da Silva
metadata.dc.contributor.advisor: Bastos, Otilio Machado Pereira
metadata.dc.contributor.advisorco: Silva, Valmir Laurentino da
metadata.dc.contributor.members: Araújo, Adauto José Gonçalves de
Bello, Alexandre Ribeiro
Issue Date: 2011
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: A água e o solo podem veicular formas evolutivas de parasitos, representando um risco para a transmissão de bioagentes, principalmente entre populações socioeconomicamente desfavorecidas, situação comum a grande parte dos indígenas Guarani. O monitoramento de parasitos em amostras ambientais é realizado de forma precária devido à ausência de padronização de técnicas diagnósticas. O objetivo deste estudo foi detectar formas evolutivas de protozoários e/ou helmintos em amostras de água de abastecimento e solo de peridomicílios das aldeias Guarani nos municípios de Angra dos Reis, RJ (aldeia Sapukai) e Paraty, RJ (aldeias de Paraty-Mirim, Araponga e Rio Pequeno), aplicando diferentes técnicas laboratoriais. No período de fevereiro a outubro de 2010, foram coletadas 24 amostras de água nas captações das nascentes que abastecem as aldeias com filtro contendo cartucho com um Um de porosidade e 24 amostras de reservatórios d’água clorada por sifonação. As 64 amostras de solo foram obtidas por raspagem superficial com pá metálica e agregadas em “pool”. As amostras de água e solo foram processadas pelas técnicas de centrífugo-sedimentação com acetato de etila, centrífugo-flutuação com solução de sacarose para pesquisa de protozoários e helmintos e ensaio imunoenzimático para pesquisa de Cryptosporidium sp., Giardia lamblia e Entamoeba histolytica, associando-se para solo a pesquisa de larvas de nematódeos por termohidrotropismo. No período do verão observou-se maior positividade nas amostras de água, enquanto que em solo obteve-se menor positividade no inverno. Paraty Mirim e Sítio Rio Pequeno apresentaram sete amostras de água positivas com alta turbidez, sendo evidenciados: cistos de Giardia sp., cistos de amebídeos, ovos e larvas de nematódeos, coproantígenos de G. lamblia, E. histolytica e Cryptosporidium sp.. Em solo, a aldeia Sapukai obteve doze amostras positivas contendo: larvas de nematódeos, oocisto de coccídeo, cistos de amebídeos, ovos de Ascaris sp. e Trichuris sp., coproantígenos de Cryptosporidium sp. e E. histolytica. Estes resultados demonstram elevada contaminação ambiental e deficiência no tratamento da água de consumo, o que potencialmente pode gerar endemicidade de enteroparasitoses.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6350
Appears in Collections:PPGMPA - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011 - Alynne da Silva Barbosa.pdf53.68 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons