Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6426
Title: Doença Renal Crônica: um ensaio sobre um drama social
Authors: Souza, Marcelino Conti de
metadata.dc.contributor.advisor: Lima, Roberto Kant de
metadata.dc.contributor.members: Lima, Roberto Kant de
Pires, Lenin dos Santos
Issue Date: 2014
Citation: SOUZA, M. C., Doença Renal Crônica: Um ensaio sobre um Drama Social 2014- Programa de Pós Graduação em Antropologia – Universidade Federal Fluminense, 2014.
Abstract: Segundo a Sociedade Brasileira de Nefrologia (2011), mais de dois milhões de brasileiros portam algum grau de disfunção renal. Estima-se que 90 mil pacientes são dependentes da Terapia Renal Substitutiva (TRS), com gasto anual de cerca de R$ 2 bilhões. Este estudo observa a Doença Renal Crônica a partir da noção de drama social de Vitor Turner, tratando o evento “doença” como um processo saúde-doença, com ênfase aos fatores socioculturais, as reflexões e as sociabilidades que permitem vislumbrarmos a formação de uma “comunidade de aflição”. A profusão de narrativas, que são produzidas coletivamente, orienta e elabora as experiências vividas dos afetados ao longo do processo. Para organizar essas narrativas, apresento os dados construídos a partir das etnografias realizadas numa associação de doentes renais crônicos e numa unidade de tratamento de hemodiálise, na cidade do Rio de Janeiro, com objetivo de captar e apresentar o discurso nativo e os possíveis significados acionados, nos processos saúde-doença, pelos doentes renais crônicos, seus cuidadores e operadores de saúde.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6426
Appears in Collections:NEPEAC - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CONTI-MARCELINO-DISSERTAÇÃO-JULHO-2014-PROVISÓRIA.pdf1.14 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.