Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6496
Title: Determinação de iodo em sais comerciais por análise de imagens digitais
Authors: Costa, Geovanna de Oliveira
metadata.dc.contributor.advisor: Pacheco, Wagner Felippe
metadata.dc.contributor.advisorco: Feiteira, Fernanda Neves
metadata.dc.contributor.members: Semaan, Felipe Silva
Robaina, Nicolle Figueira
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Costa, Geovanna de Oliveira. Determinação de iodo em sais comerciais por análise de imagens digitais. 2016. 50 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Química)-Instituto de Química, Universidade Federal Fluminense, 2016.
Abstract: O cloreto de sódio, utilizado de maneira universal no preparo de alimentos desde as primeiras sociedades humanas, é também veículo para o consumo de iodo graças a sua ingestão regular e em pequenas quantidades. A importância do elemento iodo para a saúde humana está relacionada à síntese dos hormônios produzidos pela tireoide, que, por sua vez, atuam no crescimento físico e neurológico e auxiliam no funcionamento de órgãos como coração, fígado, rins e ovários. Deve-se ressaltar, contudo, que a ingestão de iodo em excesso pode também ser maléfica, gerando tireoidite autoimune (síndrome de Hashimoto). Por essa razão a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) estabelece que a quantidade de iodo elementar presente em sais de cozinha deve se encontrar entre 15 e 45 mg por quilograma de sal, enquanto a Organização Mundial de Saúde (OMS) estabelece que esse intervalo seja entre 20 e 40 mg por quilograma. O presente trabalho propõe uma metodologia alternativa para a quantificação de iodo em sais comerciais, com a utilização de espuma de poliuretano (EPU) como adsorvente e emprego da técnica de análise de imagens digitais. Para tanto, é realizada redução do iodato presente nas amostras a iodo, com o auxílio de H2O2 e HCl. Posteriormente o complexo tri-iodeto é formado e retido na EPU. A coloração marrom-alaranjada que a EPU então adquire possibilita que imagens digitalmente geradas sejam submetidas a tratamento pelo software ImageJ, capaz de decompor a cor em componentes vermelho, verde e azul. Considerando-se a componente complementar à coloração visualizada na EPU é possível gerar um sinal de absorvância e relacioná-lo à concentração de analito retido. Os resultados obtidos indicam que o método apresenta precisão e exatidão satisfatórias, bem como sensibilidade suficiente para verificar o cumprimento da legislação brasileira e da orientação oferecida pela OMS em relação ao teor de iodo em sais comerciais. Testes estatísticos comprovam que não há diferença entre o método proposto e o método clássico iodométrico para a análise em questão.
metadata.dc.description.abstractother: Sodium chloride, used universally in food preparation since the first human societies, is also a vehicle for the consumption of iodine through its regular eating and in small quantities. The importance of the element iodine to human health is related to the synthesis of hormones produced by the thyroid, which acts in physical and neurologic growth and assists the functioning of organs such as heart, liver, kidneys, and ovaries. However, it should be noticed that the excess of iodine can also be damaging, as it generates autoimmune thyroiditis (Hashimoto's syndrome). For this reason the Brazilian Agency Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) requests that the amount of elemental iodine present on cooking salt should lies in the range between 15 and 45 mg per kilogram of salt, while the World Health Organization (WHO) states that it can be around 20 and 40 mg per kilogram. This work proposes an alternative approach for the quantification of iodine in commercial salts, with the use of polyurethane foam (PUF) as adsorbent and the application of the technique of digital image analysis. For this purpose, reduction of iodate to iodine is performed using samples of salts with the aid of H2O2 and HCl. Later the complex tri-iodide is formed and retained on the PUF. The brown-orange color PUF acquires allows images digitally generated to be subjected to dada treatment by the software ImageJ, capable of decomposing the color components red, green and blue. Considering the complementary component to the color displayed on the PUF, an absorbance signal can be generated and related to the concentration of analyte retained. The results indicate that the method has satisfactory precision and accuracy as well as sufficient sensitivity to verify the fulfillment of Brazilian's legislation and the guidance provided by WHO in terms of the content of iodine in commercial salts. Statistical tests show that there is no difference between the proposed method and the classical iodometric method for the proposed analysis.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6496
Appears in Collections:GGQ - Trabalhos de Conclusão de Curso - Bacharelado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monografia de Final de Curso - Geovanna de Oliveira Costa.pdf932.41 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons