Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6502
Title: Memórias de uma portadora do Diabetes Mellitus: a função do Pedagogo (a) na conscientização e informação de professores e alunos no contexto da convivência com o Diabettes
Authors: Oliveira, Patricia de Paiva
metadata.dc.contributor.advisor: Gomes, Jacqueline de Souza
Issue Date: 2017
Abstract: Observamos um crescente no número de narrativas de experiências como instrumentos valiosos na formação de futuros (as) professores e professoras. As narrativas são uma ferramenta tanto para a pesquisa quanto para o ensino. Permitem uma releitura do próprio sujeito (que a escreve ou que a lê) e de sua relação com o mundo. Neste sentido, estimulam uma formação mais crítica e emancipadora, fundamentada no confronto com o olhar do outro e com o olhar sobre si mesmo. O presente Trabalho de Conclusão de Curso é um relato de experiência pessoal sobre os impactos que uma informação adequada sobre o Diabetes Mellitus pode ter para permitir ao paciente maior qualidade de vida. Informação que deveria estar presente nas salas de aulas, desde a educação básica. O Diabetes é uma doença que vem crescendo muito no mundo e no Brasil é a quarta causa de morte. Com um número tão expressivo, existe uma necessidade imediata de informar as crianças já na educação infantil sobre a doença em si, sobre a importância de uma alimentação saudável e sobre o valor das práticas físicas regulares. Contudo, falar sobre diabetes na sala de aula ainda é um tabu. Compartilhar minha experiência com a doença é potencializar a urgência de se debater o assunto das séries iniciais até a pós-graduação. Vivi as dificuldades de respeito à minha condição por desconhecimento de colegas e professores (as) nas diversas salas de aula que freqüentei. A população precisa ser conscientizada que muitas doenças podem ser evitadas mantendo-se hábitos saudáveis e o Diabetes Mellitus tipo 2 é uma delas. Mesmo com a predisposição a desenvolver a doença, que vem crescendo também entre as crianças e jovens devido a alimentação rica em gordura e carboidrato, na maioria dos casos, a doença pode ser evitada apenas mudando alguns hábitos. Neste trabalho, defendemos que informar é conscientizar e, com isto, fomentar o respeito ao próximo. Aliás, é muito melhor evitar uma doença, do que ter que tratá-la para o resto da vida.
metadata.dc.description.abstractother: We observe a growing number of narratives of experiences as valuable tools in the training of future teachers. Narratives are a tool for both research and teaching. They allow a re-reading of the subject (who writes it or who reads it) and its relation to the world. In this sense, they stimulate a more critical and emancipatory formation, based on the confrontation with the gaze of the other and with the gaze on oneself. The present Course Completion Paper is an account of personal experience on the impacts that adequate information about Diabetes Mellitus can have in order to allow the patient to have a better quality of life. Information that should be present in classrooms, from basic education. Diabetes is a disease that has been growing a lot in the world and in Brazil is the fourth leading cause of death. With such a significant number, there is an immediate need to inform children already in early childhood education about the disease itself, about the importance of healthy eating and about the value of regular physical practices. However, talking about diabetes in the classroom is still taboo. Sharing my experience as a carrier of the disease is enhancing the urgency of debating the subject of the initial grades until graduate school. I experienced the difficulties of respecting my condition because of the lack of knowledge of colleagues and teachers in the various classrooms I attended. The population needs to be made aware that many diseases can be avoided by maintaining healthy habits and Type 2 Diabetes Mellitus is one of them. Even with the predisposition to develop the disease, which is also growing among children and young people due to the high fat and carbohydrate diet, in most cases, the disease can be avoided only by changing some habits. In this work, we defend that informing is to raise awareness and, with this, to promote respect for others. In fact, it is much better to avoid an illness than to have to treat it for the rest of your life.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6502
Appears in Collections:PCP - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC Patrícia de Paiva Oliveira.pdf28.32 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons