Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6529
Title: Das reportagens policiais às coberturas de segurança pública: representações da violência urbana em um jornal do Rio de Janeiro
Authors: Silva, Edilson Márcio Almeida da
metadata.dc.contributor.advisor: Guedes, Simoni Lahud
metadata.dc.contributor.members: Guedes, Simoni Lahud
Lima, Roberto Kant de
Misse, Michel
Silva, Luiz Antonio Machado da
Muniz, Jaqueline de Oliveira
Moraes, Pedro Rodolfo Bodê de
Issue Date: 2007
Citation: EDILSON MÁRCIO ALMEIDA DA SILVA. Das reportagens policiais às coberturas de segurança pública: representações da violência urbana em um jornal do Rio de Janeiro. 2007. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade Federal Fluminense, . Orientador: Simoni Lahud Guedes.
Abstract: Este estudo tem por objetivo entender as formas pelas quais é representada e construída a noção de “violência urbana” na grande imprensa do Rio de Janeiro. O pressuposto básico adotado é de que a imprensa, juntamente com outros atores sociais, não só participa da produção e reprodução simbólica da “violência urbana”, como atua de forma peremptória na sua definição enquanto problemática obrigatória, elevando-a, com isso, à condição privilegiada de um dos mais destacados ‘problemas públicos’ da atualidade. Fundamentado na análise de textos jornalísticos e em trabalho etnográfico, o trabalho apresenta a redação de um jornal de grande circulação na cidade como o microcosmo de um campo de poder e examina, passo a passo, diversas etapas que envolvem o processo de produção das notícias. Discute, ainda, os critérios de seleção e hierarquização das prioridades noticiosas adotados no referido jornal e põe em evidência os princípios que regem as atividades dos seus profissionais, levando-os a tratar de uma maneira específica as notícias e, com isso, oferecer aos leitores um determinado modo de apreender e interpretar o real.
metadata.dc.description.abstractother: The objective of this research is to understand the different ways through which “urban violence” is represented and construct by the major press in Rio de Janeiro - Brazil. The starting point taken is that the press, along with other social factors, not only participates in the production and symbolic reproduction of “urban violence” as well as acts decisively in its definition as an obligatory problem, and so, taking it to an outstanding position as one of the most important public issues nowadays. Based on the analyses of journalistic texts and ethnographic research, this study presents the office of a large circulation city newspaper as a microcosm of power field and looks over, step by step, the several phases which involve the process of the production of news. Besides, it debates the criteria of selection and hierarch of the priorities of the news adopted by this newspaper and highlights the principles that command the activities of its professionals, making them focus the subjects under a very specific perspective, and so, offering the readers a singular way to learn and interpret the reality.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6529
Appears in Collections:NEPEAC - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EDILSON-MARCIO.pdf105.06 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.