Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6566
Title: Avaliação do ensaio imunoenzimático (ELISA) e técnica de Faust e cols. (1939) para o diagnóstico da infecção por Giardia ssp. (Lambl, 1859) em Canis familiaris
Other Titles: Flávia Fernandes de Mendonça
Authors: Uchôa, Flávia Fernandes de Mendonça
metadata.dc.contributor.advisor: Bastos, Otílio Machado Pereira
metadata.dc.contributor.members: Labarthe, Norma Vollmer
Silva, Valmir Laurentino
Issue Date: 2009
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: As espécies do gênero Giardia são os parasitos intestinais mais comuns mundialmente, sendo o diagnóstico microscópico considerado o "padrão ouro" para a sua detecção em amostras fecais caninas e humanas. Entretanto, a microscopia é uma técnica demorada, laboriosa e de menor sensibilidade quando apenas uma amostra fecal é examinada. No presente estudo, a avaliação microscópica através da técnica de Faust e cols. (1939) realizada em amostras obtidas durante três dias consecutivos e o ensaio imunoenzimático ProSpecT Giardia foram utilizados para o diagnóstico de infecção por Giardia spp. em 94 cães domiciliados na cidade de Niterói, RJ. 61 pacientes caninos apresentaram-se portadores de pelo menos um parasito intestinal, sendo detectadas infecções por dois ou mais parasitos em 44,26% dos cães avaliados através dos exames coproparasitológicos. um total de 18 cães (20,21%) foram considerados positivos para Giardia spp. utilizando-se como "padrão ouro" a técnica de Faust e cols. Destas Infecções, 61,11% foram diagnosticadas no primeiro dia de coleta de amostras, 83,33% no segundo dia e 100,00% no terceiro dia. 14 cães apresentaram-se positivos através da técnica ELISA, que apresentou concordância de 83,30% com a técnica de Faust e cols. o exame microscópico de concentrados fecais ainda é a base do diagnóstico de grande número de enfermidades parasitárias, pela simplicidade, sensibilidade e baixo custo e por possibilitar a detecção com alta especifidade das formas evolutivas de nematelmintos, platelmintos e protozoários. Baseados em nossas observações, a utilização de um ensaio imunoenzimático para a detecção de Giardia spp. parece ser mais adequada aos levantamentos epidemiológicos e aos casos onde não se é possível a coleta seriada de amostras fecais dos pacientes suspeitos.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6566
Appears in Collections:PPGMPA - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2009 - Flávia Fernandes de Mendonça Uchoa.pdf1.91 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons