Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6645
Title: Formulação de indicadores qualitativos de acessibilidade: o caso da Biblioteca de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal Fluminense
Authors: Gentil Junior, Jorge Sebastião
metadata.dc.contributor.advisor: Diniz, Cládice Nóbile
metadata.dc.contributor.members: Fernandes, Edicléa Mascarenhas
Fernandes, Geni Chaves
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Citation: GENTIL JUNIOR, Jorge Sebastião. Formulação de indicadores qualitativos de acessibilidade: o caso da Biblioteca de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal Fluminense.2016. 113 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Biblioteconomia e Documentação) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, 2016.
Abstract: A questão central desta pesquisa foi avaliar as condições de acessibilidade, do ponto de vista arquitetônico, em bibliotecas universitárias para pessoas com deficiências físicas ou com mobilidade reduzida. A partir de pesquisa bibliográfica tratou-se de apresentar as considerações atuais acerca da deficiência física em si, suas particularidades e tipologias, sobre a questão da acessibilidade e suas legislações e normas, além de tratados, convenções e declarações internacionais que tratam à temática. A revisão da literatura permitiu contextualizar a acessibilidade e inclusão no ensino superior, o direito à informação e as políticas atuais. Examinando o caso da Biblioteca de Arquitetura e Urbanismo (BAU) da Universidade Federal Fluminense com o objetivo de avaliar essas condições, considerou-se que as avaliações de atendimento a esta exigência legal tem tomado por base de prédio modelar quanto à acessibilidade as determinações da norma técnica NBR 9050 e outras vigentes, visando a melhor inclusão dos alunos. Sendo estudo de caso exploratório, com finalidade explicativa da situação desta biblioteca quanto à acessibilidade, esta pesquisa desenvolveu um instrumento para a avaliação qualitativa da acessibilidade arquitetônica por indicadores de acessibilidade física que consideram de um lado a NRB 9050 e de outro sua adequação ao caso do prédio de uma biblioteca. Os indicadores elaborados apontam dimensões da Acessibilidade e Inclusão nas bibliotecas, desde a de seu espaço físico à de seu entorno e de dependências que servem de extensão aos seus usuários. A pesquisa documental permitiu descrever o Programa de Inclusão da Universidade Federal Fluminense, o Sensibiliza UFF, sua criação, seus projetos e ações. A pesquisa de campo foi realizada no segundo semestre de 2015, quando se aplicou à biblioteca objeto da pesquisa o instrumento desenvolvido. O tratamento de dados da aplicação, realizado por método qualitativo, indutivo, permitiu um mapeamento da situação por indicadores, incluindo-se fotografias para melhor compreensão. Concluiu-se que pessoas com deficiências físicas e reduzida mobilidade enfrentam diversas barreiras para acessar a BAU e que os bibliotecários têm importante papel na sua inclusão. Espaços e os equipamentos devem ser planejados seguindo preceitos do desenho universal, de forma a atender as especificidades da sociedade como um todo. Recomenda a formação e capacitação dos bibliotecários para atendimento de pessoas com deficiência nas bibliotecas indivíduos para proporcionar que a biblioteca em que atua torne-se acessível
metadata.dc.description.abstractother: The central question of this research was to evaluate the conditions of accessibility, architectural point of view, in university libraries for people with disabilities or reduced mobility. From bibliographical research was to present the current considerations about the disability itself, its peculiarities and typologies, about the issue of accessibility and their legislation and standards, in addition to international treaties, conventions and declarations dealing with the subject. The literature review allowed contextualize the accessibility and inclusion in higher education, the right to information and current policies. Examining the case of the library of architecture and Urbanism (BAU) of the Universidade Federal Fluminense in order to evaluate these conditions, it was considered that the assessments of compliance with this legal requirement has taken on the basis of building model about the accessibility of determinations technical standard NBR 9050 and other regulations in order to better inclusion of students. Being exploratory case study, with the purpose of explaining the situation of this library with regard to accessibility, this research has developed a tool for qualitative evaluation of the architectural accessibility for physical accessibility indicators to consider on the one hand the NRB 9050 and their suitability to the building of a library. The elaborate indicators point dimensions of accessibility and Inclusion in libraries, since its physical space to its surroundings and dependencies which extension to its users. The documentary research has allowed to describe the Inclusion program of Universidade Federal Fluminense, UFF, its creation Makes their projects and actions. The field research was carried out in the second half of 2015, when applied to the object of the research library the instrument developed. The treatment of application data, conducted by qualitative method, inductive, enabled a mapping of the situation by indicators, including photographs for better understanding. It was concluded that people with disabilities and reduced mobility face various barriers to access the BAU and that librarians have important role on their inclusion. Spaces and the equipment shall be designed following principles of universal design to meet the specific needs of society as a whole. Recommends the formation and training of librarians for disabled individuals to provide libraries that the library acts become accessible
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6645
Appears in Collections:SDC - Teses e Dissertações



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons