Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6648
Title: Política e gestão pública do turismo: análise da instância de governança das Agulhas Negras - RJ
Authors: Durães, Natasha Ribeiro Bantim
metadata.dc.contributor.advisor: Fratucci, Aguinaldo Cesar
metadata.dc.contributor.members: Fogaça, Isabela de Fátima
Trentin, Fábia
Issue Date: 2017
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: Entendendo que o espaço do turismo não se restringe às fronteiras territoriais político-administrativas, as políticas públicas nacionais do setor dos últimos treze anos indicam a criação de instâncias de governança para gestão de territórios turísticos regionalizados. Essa pesquisa tem como objetivo analisar a governança da região das Agulhas Negras - RJ, entendida como um destino cujo território do turismo ultrapassa as fronteiras estaduais, e compreender as políticas públicas que ordenam o desenvolvimento turístico nessa região. Investiga-se, ainda, se as entidades dos municípios fronteiriços dessa região estão de alguma forma, incluídos nas decisões da instância de governança do Conselho Regional de Turismo (CONRETUR) Agulhas Negras. Para isso foram realizadas pesquisas bibliográfica e documental, pesquisa bibliométrica, entrevistas em profundidade e análise da rede social do CONRETUR. Considera-se que os municípios fronteiriços estão de certa forma, inclusos na rede do CONRETUR, ainda que esse relacionamento possa ser aprofundado. Entretanto, questiona-se a legitimidade das decisões daquela rede a partir do viés da participação e representatividade de seus membros. Verifica-se, também que o Conselho enfrenta atualmente dificuldades de atuação, relacionadas à gestão do território regionalizado e ao alto grau de dependência dos gestores públicos participantes, o que levou a uma desarticulação dessa rede entre os anos de 2016 e 2017.
metadata.dc.description.abstractother: Understanding that the tourism space is not restricted to political-administrative territorial boundaries, the last thirteen years' national public policy of the sector indicates the creation of governance instances to management the regionalized tourist territories. This research analyzes the Agulhas Negras' region governance, understood as a destination that overcomes state frontiers and understand the public policies that act in the touristic development in the region. It also investigates if the border cities are somehow included in the Agulhas Negras' Regional Tourism Council (CONRETUR) governance. For this purpose, it was carried out a bibliographical and documentary research, a bibliometric research, interviews and a CONRETUR's social network analysis. It is considered that the border cities are included in the CONRETUR network in certain way, although this relationship could be deeper. However, the decisions legitimacy is bring into question considering the participation and representativeness of its members. The Council also faces difficulties related to the regionalized territory management and the high degree of public managers' dependence, which led to a disarticulation of this network between the years 2016 and 2017.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6648
Appears in Collections:MAT - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Natasha Ribeiro Bantim Durães Dissertação.pdf3.31 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons