Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6683
Title: Reabsorções radiculares externas e o tratamento ortodôntico
Authors: Chaves, Adriana Pinheiro
metadata.dc.contributor.advisor: Vilella, Oswaldo de Vasconcellos
metadata.dc.contributor.members: Mucha, José Nelson
Caetano, Márcia Tereza de Oliveira
Motta, Andréa Fonseca Jardim da
Issue Date: 2001
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: CHAVES, Adriana Pinheiro. Reabsorções radiculares externas e o tratamento ortodôntico. 2001. 155 f. Monografia (Especialização) - Curso de Ortodontia, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2001.
Abstract: As reabsorções radiculares ocorrem com certa freqüência em pacientes submetidos a tratamento ortodôntico, porém, a etiologia deste problema parece estar relacionada a inúmeros fatores além das forças provenientes dos aparelhos ortodônticos. A biologia do movimento dentário envolve uma série de reações teciduais, após a aplicação de forças ortodônticas, que de uma maneira ainda não totalmente esclarecida, podem resultar em reabsorção radicular. Inúmeras variáveis, incluindo fatores biológicos e mecânicos, parecem influenciar o grau e a ocorrência das alterações radiculares durante o movimento dentário. Métodos de diagnóstico e prevenção são descritos na literatura, assim como os possíveis fatores de risco associados a este problema. Um amplo conhecimento sobre a biologia dos tecidos envolvidos durante o movimento dentário, bem como dos princípios biomecânicos e os demais aspectos relacionados às reabsorções parecem auxiliar o ortodontista durante o controle deste indesejado efeito durante o tratamento ortodôntico. Conclui-se que algumas medidas preventivas devem ser consideradas para os pacientes submetidos ao tratamento ortodôntico, tais como; anamnese e exame clínico criterioso, acompanhamento radiográfico, utilização de forças leves, maior intervalo de ativação das forças ortodônticas, remoção de hábitos, ajuste oclusal, contenção com aparelhos passivos e, em alguns casos, replanejamento ou interrupção do tratamento.
metadata.dc.description.abstractother: Root resorption is a frequent consequence of orthodontic treatment. Besides the force applied, its etiology is related to several factors. The biology of tooth movement involves a number of tissue reactions to the application of compressive forces, which, is still not completely understood, may result in root resorption. Many variables, including biological and mechanical events, seem to influence the severity and occurrence of root alterations during tooth movement. The literature describes various methods of diagnosis and prevention, as well as the possible risks associated with root resorption. A thorough understanding of the biology of the tissues involved in tooth movement, the biomechanical principles, and other details related to resorption may help the orthodontist deal with this undesirable side effect. It may be concluded that some preventive measures should be considered for orthodontic pacients, such as, careful anamnese and clinical exams, radiographic follow-up, use of light orthodontic forces, longer reactivation intervals, eliminating bad habits, occlusal adjustment, retention with passive appliances, and in some instances, replaning or even treatment interruption.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6683
Appears in Collections:Esp. ORTO - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
mng_adriana_chaves.pdf698.65 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.