Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6733
Title: A resiliência como processo dinâmico: o papel do professor como mecanismo de transformação na política social da educação
Authors: Soares, Monica de Souza Costa
metadata.dc.contributor.advisor: Silveira, Elisabete Cristina Cruvello da
metadata.dc.contributor.members: Silva, Ari de Abreu
Alonso, Fábio Roberto
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: Esta pesquisa visa analisar a resiliência como processo dinâmico, bem como o papel do professor como mecanismo de transformação na política social da educação. Busca entender como esses profissionais da educação promovem a resiliência para si, bem como para seus alunos. Da mesma forma procura captar os significados da resiliência, para que serve, e como desenvolver essa capacidade. Para tanto, explicita-se o conceito da mesma no papel do professor da escola pública, verificando quais são os elementos que caracterizam este processo. Busca entender a posição dos educadores no desenvolvimento de suas posturas resilientes, visto que, a resiliência se articula a educação escolar pelo importante fato de ser a escola um espaço que promover a mesma. Têm-se como problema de pesquisa sociológica as seguintes formulações: como os educadores podem ser usados como mecanismo de transformação positiva da realidade dos alunos, promovendo a resiliência, bem como o desenvolvimento humano e cultural dos mesmos? Como usar a resiliência a seu favor? A primeira hipótese: a resiliência é uma capacidade de superação que depende de variáveis externas e internas (subjetivas) como: motivação, adaptação, ideologia, equilíbrio emocional, autoestima, salários dentre outras. A segunda hipótese: os docentes que promovem a resiliência são incentivadores na participação dos alunos da escola publica nos programas e projetos que promovam o desenvolvimento humano e cultural dos mesmos.
metadata.dc.description.abstractother: This research aims to analyze resilience as a dynamic process, as well as the role of the teacher as a mechanism of transformation in the social politics of education. It seeks to understand how these education professionals promote resilience for themselves, as well as for their students. Likewise, it seeks to capture the meanings of it, what it serves, and how to develop this capacity. For this, the concept of resilience in the role of the teacher of the public school is explained, verifying which are the elements that characterize this process. We sought to understand the position of educators in the development of their resilient postures, since resilience articulates school education because of the important fact that school is a space that promotes it. The following formulations have as a sociological research problem: how can educators be used as a mechanism for positive transformation of students' reality, promoting their human and cultural development? How to use resilience in your favor? The first hypothesis: resilience is a capacity of overcoming that depends on external and internal (subjective) variables such as: motivation, adaptation, ideology, emotional balance, self-esteem, salaries among others. The second one: teachers who promote resilience are encouraging in the participation of public school students in programs and projects that promote their human and cultural development.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6733
Appears in Collections:GSC - Trabalhos de Conclusão de Curso



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons