Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6865
Title: O 'bem' e sua relação com o ente e a verdade em Tomás de Aquino
Authors: Nogueira, Sanidei Aparecida Monteiro
metadata.dc.contributor.advisor: Faitanin, Paulo Sérgio
metadata.dc.contributor.members: Veiga, Bernardo
Serra, Antonio Amaral
Issue Date: 2017
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: Segundo Tomás de Aquino, o bem é responsável por tudo que existe. Ele serve para compor o ser. Esse processo de criação compreende uma apresentação que demonstra uma ligação e um processo experimental entre o bem, o ser e as coisas que existem. O bem no que diz respeito ao ser possui duas partes: Uma que abrange uma ligação com o ser supremo, e a outra a que está de acordo com a verdade em um aperfeiçoamento do que é correto, segundo a regra da reta razão. Essas duas posições são classificadas como partes que integram o ser que tem como princípio o bem. Esse procedimento considera uma relação transcendental, uma atividade interna do ser com algo externo a ele, um bem superior que impulsiona o ser a compreender as coisas que existem ordenando-a de forma a executar com um ato. Esse procedimento será desenvolvido em dois momentos importantes. No primeiro momento, será apresentada a constituição da essência dos seres através de uma condição interna do ser com um bem supremo que se encontra externamente. Essa condição se passa de uma forma abstrata entre o ser e o bem original, considerado como um vínculo transcendental entre eles. No segundo momento, será demonstrado um modo racional que abrange o ser e que o leva e o conduz a um ato bom, pois é através desse procedimento verdadeiro que se desenvolve a harmonia das propriedades que abrange o ente em sua essência, através de uma capacidade de adquirir ou absorver o conhecimento das coisas que existem. O bem, a princípio, é responsável por favorecer todos os seres e todas as coisas, ele anima e estimula os seres por ser gerador de tudo que existe. As propriedades que abrangem o ente dos seres ajudam no seguimento da reta razão do agir, a saber, os gêneros e as espécies associam-se ao modo da razão, que ajuda no discernimento, nas escolhas de bens (coisas) auxiliando de como melhor realizá-lo. Essa segunda denominação processa toda uma retidão que se ajusta os atos, e é considerada como processo verdadeiro por Tomás. Desta forma, podemos observar que o bem inicial estabelece uma harmonia no ente do ser que promove uma interação entre as propriedades com o processo de conhecimento das coisas que existem na realidade.
metadata.dc.description.abstractother: According to Thomas Aquinas, Good is responsible for everything that exists. It composes the being. This process of creation comprises a presentation that demonstrates a connection and an experimental process between the Good, the Being and the things that exist. Good in regard to being has two parts: one that encompasses a connection with the supreme being, and the second one which is in accord with truth in an improvement of the Right, according to the rule of right reason. These two positions are classified as integrated parts of the Being that has as principle the Good. This procedure considers a transcendental relationship, an inner activity of Being with something external to it, a superior Good that impels the Being to understand the things. This procedure considers a transcendental relationship, an inner activity of Being with something external to it, a superior good that impels the Being to understand the things that exist by ordering it in order to perform with an act. It will be developed in two important moments. Firstly, the constitution of the essence of beings will be presented through an inner condition of being with the supreme Good which is externally. This condition occurs in an abstract way between the original being and the Good, considered as a transcendental bond between them. Secondly, a rational mode will be demonstrated encompassing and leading the being to a good act so through this true procedure the harmony of the properties where the being in its essence is developed, so through this true procedure the harmony of the properties where the being in its essence is developed, through a capacity to acquire or absorb knowledge of the things that exist. Good, in principle, is responsible for favoring all beings and all things, it animates and stimulates all beings because it generates everything that exists. The properties that encompass the entity of beings. The properties that encompass the entity of beings help in a search for the right reason of acting namely, genera and species are associated with the mode of reason which helps in discernment, in the choices of goods (things) assisting with the best way to achieve it. This second denomination processes all righteousness that fits the acts, and it is considered as true process by Thomas. Thus, we can observe that the initial Good establishes a harmony in the entity of the being promoting an interaction between the properties with the process of knowledge of things that that exist in the reality.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6865
Appears in Collections:GGY - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC SANIDEI (1).pdf579.79 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons