Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6885
Title: Conceito de bárbaro em Montaigne: Um ensaio sobre os canibais
Authors: Dobbin, Isaac Rabelo
metadata.dc.contributor.advisor: Azar Filho, Celso Martins
metadata.dc.contributor.members: Souza Filho, Danilo Marcondes
Ribeiro, Luis Antônio Cunha
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: Este trabalho tem como objetivo analisar o ensaio intitulado “Dos Canibais”, do autor francês Michel de Montaigne, no qual o filósofo realiza uma análise da cultura dos tupinambás do Novo Mundo, mais precisamente dos habitantes do Rio de Janeiro, da França Antártica de Villegagnon. A análise se centrará no conceito de bárbaro e na maneira como este conceito, desde a origem manteve, em grande medida, uma tintura etnocêntrica na delimitação do civilizado e do selvagem. Deste modo, a reflexão acerca desse conceito se dará por duas vias: o bárbaro como o outro e como o sem civilização.
metadata.dc.description.abstractother: This work aims to analyze the essay "Of Cannibals," by French author Michel de Montaigne, in which the philosopher performs an analysis of the culture the Tupinambás in the New World, specifically the in habitants of Rio de Janeiro, the French Antarctic of Villegagnon. The analysis will focus on the barbarian concept and how this concept from the beginning remained largely an ethnocentric dye in the delimitation of the civilized and the wild. Thus, the reflection on this concept will be made in two ways: the barbarian as the other and as no civilization.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6885
Appears in Collections:CFL - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_completa_ISAAC_RABELO_DOBBIN.pdf285.74 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons