Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6886
Title: Os conceitos por semelhança de família e o problema da textura amplamente aberta
Authors: Moreira, Rodrigo Cezar Medeiros
metadata.dc.contributor.advisor: Greimann, Dirk
metadata.dc.contributor.members: Gurgel, Diogo de França
Imaguire, Guido
Issue Date: 2013
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: Esta monografia tem por objetivo principal avaliar criticamente a relevância do problema da textura amplamente aberta (wide-open texture) para os conceitos por semelhança de família conforme formulados por Ludwig Wittgenstein em suas Investigações Filosóficas. Baseando-me nesta obra, estabeleço alguns princípios metodológicos fundamentais para a interpretação das observações wittgensteinianas sobre o tópico e, com o auxílio da bibliografia secundária, apresento uma análise da noção de semelhança de família, a qual então considero para examinar a pertinência do problema da textura amplamente aberta. Ao fim da monografia, argumento que o problema origina-se de uma má interpretação da posição wittgensteiniana, a qual sustenta que somente algumas (e não quaisquer) semelhanças são relevantes para a aplicação dos conceitos por semelhança de família. Entretanto, para Wittgenstein, não é tarefa da filosofia justificar ou fundamentar os conceitos de nossa linguagem, e nem estabelecer critérios para determinar quais semelhanças deveriam ser consideradas relevantes.
metadata.dc.description.abstractother: This monograph's main objective is to critically evaluate the relevance of the problem of wide-open texture for family-resemblance concepts as they are conceived by Ludwig Wittgenstein in his Philosophical Investigations. Based on this work, I establish some fundamental methodological principles for the interpretation of Wittgenstein’s remarks on the topic and, supported by the secondary literature, I present an analysis of the notion of family resemblance, which I then consider in order to examine the pertinence of the problem of wide-open texture. At the end of the monograph, I argue that the problem has its origins in a misinterpretation of Wittgenstein’s position, which is that only some (not every) resemblances are relevant for the application of family-resemblance concepts. However, for him, it is not philosophy’s task to justify or to lay the foundations of the concepts of our language, neither to establish criteria for determining which resemblances should be considered relevant.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/6886
Appears in Collections:GGY - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA RODRIGO.pdf935.95 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons