Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7125
Title: Diagnósticos de enfermagem na assistência ambulatorial a pacientes com lesões tissulares: mapeamento cruzado
Authors: Silva, Bruna de Paula
metadata.dc.contributor.advisor: Santana, Rosimere Ferreira
metadata.dc.contributor.advisorco: Oliveira, Beatriz R. Baptista de
metadata.dc.contributor.members: Santana, Rosimere Ferreira
Cavalcanti, Ana Carla Dantas
Campos, Débora Moraes
Issue Date: 2013
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Silva, Bruna de Paula. Diagnósticos de enfermagem na assistência ambulatorial a pacientes com lesões tissulares: mapeamento cruzado. 2013. 83 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, 2013.
Abstract: Introdução: O cuidado ao paciente com feridas, quaisquer que sejam suas etiologias, é um ramo de atuação específica da enfermagem e requer intervenções fundamentadas em evidências científicas. Dentro desse contexto, torna-se importante o enfermeiro realizar a sistematização da assistência de enfermagem a pacientes com feridas, contribuindo assim para uma assistência qualificada, facilitando a recuperação do paciente. Objetivo Geral: Comparar termos registrados nos prontuários com os diagnósticos de enfermagem propostos pela NANDA-I. Objetivos específicos: Caracterizar os pacientes com lesões tissulares com relação ao sexo, idade, co-morbidades, tempo e tipo de tratamento; Identificar os termos registrados pela equipe de enfermagem; Analisar os diagnósticos de enfermagem mais frequentemente observados nos pacientes com lesões. Método: Estudo retrospectivo e observacional, com abordagem quantitativa, que empregou o mapeamento cruzado como ferramenta metodológica. O cenário do estudo: Ambulatório de Reparo de Feridas do HUAP. A amostra é de 81 pacientes portadores de lesões de qualquer etiologia, de ambos os sexos. O levantamento dos termos ocorreu através de um formulário para coleta de dados. Para análise dos dados, foram extraídos os termos que denotassem problemas de enfermagem. Esses termos foram cruzados com a taxonomia NANDA-I. Utilizou-se a estatística descritiva simples. A pesquisa consta adequada aos preceitos éticos (FM/ UFF/ HU nº 219.752/08-03-2013). Resultados: A média de idade dos pacientes é de 59,98 anos, o tempo de tratamento de aproximadamente 2 anos e 3 meses. Verifica-se uma alta prevalência de doenças cardiovasculares 87 (47,3%) e Diabetes Mellitus 23 (12,5%). A úlcera venosa trata-se do tipo de lesão mais comumente encontrada na população atendida no ambulatório de feridas, com frequência de 65,4% (53). Encontrou-se um total de 24 diagnósticos de enfermagem distribuídos em 8 domínios: Domínio 1 – Promoção da Saúde: Autocontrole ineficaz de saúde (4,94%); Domínio 2 – Nutrição: Nutrição desequilibrada: menos do que as necessidades corporais (1,23%), Risco de Glicemia Instável (9,88%), Volume de líquidos deficiente (32,09%) e Volume de líquidos excessivo (20,99%); Domínio 4 – Atividade/repouso: Disposição para sono melhorado (1,23%), Padrão de sono prejudicado (1,23%), Deambulação prejudicada (45,68%), Mobilidade física prejudicada (8,64%), Perfusão tissular periférica ineficaz (13,58%), Déficit no autocuidado para banho (1,23%); Domínio 5 – Percepção/cognição: Confusão aguda (3,70%), Confusão crônica (1,23%), Memória prejudicada (1,23%); Domínio 9 - Enfrentamento/tolerância ao estresse: Ansiedade (6,17%); Domínio 10 – Princípios da vida: Falta de adesão (9,88%); Domínio 11 – Segurança/proteção: Integridade da pele prejudicada (85,18%), Risco de Integridade da pele prejudicada (11,11%), Integridade tissular prejudicada (14,81%), Contaminação (7,41%), Risco de resposta alérgica (14,81%); Domínio 12 – Conforto: Dor aguda (12,34%), Dor crônica (27,16%). Conclusão: Através do método mapeamento cruzado de uma linguagem não padronizada com uma linguagem padronizada é possível identificar os diagnósticos de enfermagem de clientes em tratamento de lesões. A realização do estudo posteriormente, com validação por peritos dos dados evidenciados, viabilizará a padronização dos cuidados de enfermagem em uma classificação internacionalmente conhecida, possibilitando a inclusão dos dados de enfermagem nos sistemas de informação computadorizados para otimização e melhora da qualidade da assistência.
metadata.dc.description.abstractother: Introduction: The treatment of patients with wounds, whatever their etiologies are, is a specific role of nursing and requires interventions based on scientific evidence. Within this context, it becomes important that the nurse performs the systematization of nursing care for patients with wounds, thereby contributing to a skilled nursing care, facilitating the recovery of the patient. General Objective: To compare terms from the medical records with the nursing diagnoses proposed by NANDA-I. Specific Objectives: To characterize patients with tissue damage in relation to the gender, age, co-morbidities, length and type of treatment; Identify the terms recorded by nursing staff; Analyze nursing diagnoses most frequently observed in patients with lesions according to the taxonomy NANDA Method: A retrospective and observational study, with a quantitative approach, that employed cross mapping as a methodological tool. The study setting: Wound Repair Ambulatory of HUAP. The sample is of 81 patients with lesions of any etiology, of both genders. The study of the terms occurred using a form for data collection. For data analysis, were extracted terms that indicated nursing problems. These terms were combined with the NANDA-I taxonomy. It was used the simple descriptive statistics. The research appears adequate to ethical principles (FM/ UFF/ HU nº 219.752/08-03-2013). Results: The average age of patients was 59.98 years, the treatment time of approximately two years and three months. There is a high prevalence of cardiovascular disease 87 (47.3%) and Diabetes Mellitus 23 (12.5%). The venous ulcer is the type of injury most commonly found in the population attended at the wound care ambulatory, with a frequency of 65.4% (53). Was found a total of 24 nursing diagnoses distributed in 8 domains: Domain 1 - Health Promotion: Ineffective Self control of Health (4.94%); Domain 2 – Nutrition: Unbalanced nutrition: less than body requirements (1.23%), Risk of Unstable Glycemia (9.88%), fluid volume deficit (32.09%) and excessive fluid volume (20.99%); Domain 4 – Activity/Rest: Willingness to improved sleep (1.23%), impaired sleep pattern (1.23%), impaired Deambulation (45.68%), impaired physical mobility (8.64%), Ineffective peripheral tissue perfusion (13.58%), bathing self-care deficit (1.23%); Domain 5 - Perception / cognition: Acute Confusion (3.70%), chronic Confusion (1.23%), impaired memory (1.23%); Domain 9 - Confronting / stress tolerance: Anxiety (6.17%); Domain 10 – Principles of life: Lack of adherence (9.88%); Domain 11 – Security/Protection: Impaired skin integrity (85.18%), risk of impaired skin integrity (11.11%), impaired tissue integrity (14.81%), contamination (7.41%), risk of allergic response (14.81 %); Domain 12 - Comfort: Acute pain (12.34%), chronic pain (27.16%). Conclusion: Through the cross-mapping method of a non-standard language with a standardized language it is possible to identify the nursing diagnoses of clients in treatment of injuries. The proposed study later with data validation by experts disclosed will enable the standardization of nursing care in a classification known internationally, allowing the inclusion of nursing data in computerized information systems for optimization and improvement of quality of care.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7125
Appears in Collections:EEAAC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC Bruna de Paula Silva.pdf841.29 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.