Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7192
Title: Os blocos carnavalescos “Caçadores” e “Leão de Aço” da cidade do Pilar (AL): controvérsias, memória, patrimônio e turismo
Authors: Araujo, Raniery Silva Guedes de
metadata.dc.contributor.advisor: Godoy, Karla Estelita
metadata.dc.contributor.members: Oliveira, Maria Amália Silva Alves de
Guimarães, Valéria Lima
Issue Date: 18-Sep-2017
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: ARAUJO, Raniery Silva Guedes de. Os blocos carnavalescos "Caçadores" e "Leão de Aço" da cidade do Pilar (AL): controvérsias, memória, patrimônio e turismo. 2017. 130 f. Dissertação (Mestrado em Turismo) - Faculdade de Turismo e Hotelaria, Niterói (RJ), 2017.
Abstract: Caçadores e Leão de Aço, são dois blocos carnavalescos da cidade do Pilar – Alagoas, que existem desde a década de vinte do século passado. Tendo em vista serem uma tradição cultural quase centenária, pouco se tem de registros escritos sobre eles. Essa pesquisa, ao se utilizar dos campos de estudo da memória, do patrimônio e do turismo como fenômeno sociocultural, visa a colaborar para o preenchimento desta lacuna. Uma das metodologias utilizadas para a coleta de dados foi a história oral temática, em que as entrevistas têm característica de depoimento, abordando tema específico, e não a totalidade da vida do depoente. Também foram adotadas a observação participante e vivências de base etnográfica, realizadas durante os desfiles dos blocos, em que se fez uso de diário de campo, capturas fotográficas, além de conversas informais. A análise do material teve por base a teoria das controvérsias, que, por meio de enfoque processual, procura evidenciar as principais contradições dos objetos de estudo, reconhecendo que a produção do conhecimento não se dá de forma linear, mas labiríntica, uma vez que a ciência não está pronta/acabada. Foi realizada uma análise dos aspectos sociais e históricos dos blocos, e as memórias construídas a partir deles, identificando, ao ouvir os agentes sociais que deles participam, quais noções de patrimônio cultural e turismo se manifestam. Foi percebida forte ressonância cultural dos blocos em relação aos contextos socioculturais e históricos da cidade, que os consideram patrimônios culturais pilarenses, independente do seu não reconhecimento oficial por parte do Estado. Assim como também identificada a não existência do turismo em seu viés convencional/hegemônico, mas outras práticas de turismo, em que os visitantes não são reconhecidos como turistas, devido ao motivo de estarem inseridos no contexto social, por suas relações de amizade e parentesco.
metadata.dc.description.abstractother: Caçadores and Leão de Aço are two carnival blocks from the municipality of Pilar – Alagoas. They exist since the twenties of the last century. Once it is a cultural tradition for almost one century, there is little written records about them. This research adopts the memory, cultural heritage and tourism as a sociocultural phenomenon and it aims to collaborate to fill this lacuna. One of the methodologies used for data collection was the thematic oral history in which the interviews have a characteristic of testimony, addressing a specific subject rather than the whole life of the deponent. Participant observation and ethnographic-based experiences were also adopted. They happened during the parades of the blocks in which photo captures, field journal and informal conversations were used. The analysis of the material was based on the theory of controversies, which, through a procedural approach, tries to highlight the main contradictions of the objects of study by recognizing that the production of knowledge does not take place in a linear way but in a labyrinth form because science is not ready/finished. An analysis of the social and historical aspects of the blocks was conducted, as well as the identification of the memories built from them by listening to social agents and learning about the existing notions of cultural heritage. Strong cultural resonance of the blocks was perceived in relation to socio-cultural contexts. Historians from the city consider the blocks a cultural heritage of Pilar although they are not officially recognized by the State. The absence of tourism in its conventional/hegemonic bias was also identified and the visitors are not recognized as tourists due to the fact that they are inserted in the social context because of their relations of friendship and kinship.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7192
Appears in Collections:MAT - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Raniery Silva Guedes de Araujo Dissertação.pdf2.18 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.