Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7232
Title: Sofrimento psíquico dos enfermeiros na assistência de enfermagem em cuidados paliativos oncológicos
Other Titles: Psychic suffering of nurses in nursing assistance in oncological palliative care
Authors: Siqueira, Alex Sandro de Azeredo
metadata.dc.contributor.advisor: Teixeira, Enéas Rangel
metadata.dc.contributor.members: Moreira, Marléa Chagas
Santos, Mauro Leonardo Salvador Caldeira dos
Issue Date: 2018
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Siqueira, Alex Sandro de Azeredo. Sofrimento psíquico dos enfermeiros na assistência de enfermagem em cuidados paliativos oncológicos. 2018. 117 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Enfermagem Assistencial) - Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Niterói, 2018
Abstract: Situação-problema: A assistência de enfermagem em cuidados paliativos oncológicos pode oferecer grande influência na saúde dos enfermeiros, pois o contato com a dor e com a morte pode torná-los vulneráveis e suscetíveis a apresentar sofrimento psíquico. Objetivo geral: Compreender as características da assistência de enfermagem em cuidados paliativos oncológicos que geram sofrimento psíquico nos enfermeiros, como subsídio para a elaboração de uma tecnologia que ajude a reduzir esse sofrimento. Objetivos específicos: Conhecer as experiências vivenciadas pelos enfermeiros que prestam assistência de enfermagem em cuidados paliativos oncológicos; Descrever as características que possam contribuir para a ocorrência de sofrimento psíquico dos enfermeiros em cuidados paliativos oncológicos e Elaborar uma tecnologia, objetivando minimizar o sofrimento psíquico dos enfermeiros que prestam assistência de enfermagem em cuidados paliativos. Método: A pesquisa é exploratória descritiva, com abordagem qualitativa. O estudo foi realizado no Instituto Nacional de Câncer (INCA), no setor de internação hospitalar. A coleta dos dados ocorreu através de uma entrevista semiestruturada e o universo do estudo foi composto por 18 enfermeiros. Os dados coletados foram analisados com o QualiQuantiSoft (base na teoria do discurso do sujeito coletivo). Resultados: Durante a pesquisa, ficou evidente a influência do trabalho sobre o comportamento dos enfermeiros, sendo esta em alguns momentos fonte de prazer e em outros, fonte de sofrimento. A morte foi o evento de menor impacto sobre o sofrimento psíquico. Verificamos que os conflitos na equipe multidisciplinar, conflitos organizacionais e desgaste físico foram as categorias de maior impacto sobre o sofrimento psíquico. Conclusão: Frente às características descritas pelos enfermeiros na voz do DSC, se faz necessário desenvolver uma prática de intervenção, a fim de minimizar o sofrimento psíquico dos enfermeiros que prestam assistência de enfermagem em cuidados paliativos
metadata.dc.description.abstractother: Problem situation: Nursing care in oncology palliative care can have a great influence on nurses' health, since contact with pain and death can make them vulnerable and susceptible to psychic suffering. General objective: To understand the characteristics of nursing care in oncology palliative care that generate psychic suffering in nurses, as a subsidy for the development of a technology that helps reduce this suffering. Specific objectives: To know the experiences of nurses who provide nursing care in oncology palliative care; To describe the characteristics that can contribute to the occurrence of psychic suffering of nurses in oncology palliative care and Elaborate a technology, aiming to minimize the psychological suffering of nurses who provide nursing care in palliative care. Method: The research is exploratory descriptive, with a qualitative approach. The study was conducted at the National Cancer Institute (INCA), in the hospital admission area. Data were collected through a semistructured interview and the study universe consisted of 18 nurses. The collected data were analyzed with the QualiQuantiSoft (base in the discourse theory of the collective subject). Results: During the research, the influence of the work on the nurses' behavior was evident, being in some moments a source of pleasure and in others, a source of suffering. Death was the event of least impact on psychic suffering. We verified that the conflicts in the multidisciplinary team, organizational conflicts and physical exhaustion were the categories with the greatest impact on psychic suffering. Conclusion: In view of the characteristics described by nurses in the voice of the DSC, it is necessary to develop an intervention practice in order to minimize the psychological suffering of nurses who provide nursing care in palliative care
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7232
Appears in Collections:MPEA - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Alex Sandro de Azeredo Siqueira.pdf1.51 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons