Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7287
Title: Entre o Batom e o Coldre: a presença da mulher na polícia militar do Estado do Rio de Janeiro
Authors: Emrick, Sandra Carla Lima de Amil
metadata.dc.contributor.advisor: Lima, Lana Lage da Gama
Issue Date: 2017
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: A presente pesquisa procurou debater a inserção da mulher na Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro pela perspectiva das relações de gênero. Foi realizado um levantamento bibliográfico com o intuito de compreender como as relações de gênero influenciam a presença da mulher em instituições militares. A metodologia utilizada foi a pesquisa de campo através de entrevistas semiestruturadas com Policiais masculinos e femininos para conhecer os lugares destinados às mulheres na corporação, quais as dificuldades encontradas por elas no exercício da função, o que se modificou nos últimos anos. A corporação ainda sofre influência das representações sociais de gênero baseados na crença de que as diferenças e desigualdades sociais entre homens e mulheres derivam de diferenças biológicas. A questão principal observada foi a necessidade que as policiais femininas tem de provar que são capazes para atuarem como policiais militares, devido ao descrédito dos pares sobre a capacidade das mulheres exercerem uma profissão considerada masculina.
metadata.dc.description.abstractother: The present research sought to discuss the insertion of women in the Military Police of the State of Rio de Janeiro from the perspective of gender relations. A bibliographical survey was carried out in order to understand how gender relations influence the presence of women in military institutions. The methodology used was the field research through semi-structured interviews with male and female police officers to know the places destined to women in the corporation, what difficulties they encountered in the exercise of the function, which has changed in recent years. The corporation is still influenced by gendered social representations based on the belief that social differences and inequalities between men and women derive from biological differences. The main issue noted was the need for female police officers to prove that they are capable of serving as military police because of the discrediting of peers on the ability of women to practice a male job.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7287
Appears in Collections:NEPEAC - Trabalhos de Conclusão de Curso



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.