Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7317
Title: A importância do exame histopatológico de rotina da parede do saco lacrimal obtida durante dacriocistorrinostomia externa
Authors: Soriano, Luciana Manhente de Carvalho
metadata.dc.contributor.advisor: Damasceno, Eduardo de França
metadata.dc.contributor.advisorco: Herzog Neto, Guilherme
metadata.dc.contributor.members: Ventura, Marcelo Palis
Colombini, Giovanni Nicola Umberto Italiano
Solari, Helena Parente
Issue Date: 2018
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: Introdução: O acometimento mais comum do saco lacrimal é a inflamação crônica com diversos graus de fibrose (dacriocistite). Sendo assim é fundamental determinar o perfil de pacientes acometidos por essa doença assim como identificar os achados histopatológicos mais comuns da parede posterior do saco lacrimal (PPSL) após dacriocistorrinostomia externa (DCRE). A correlação entre esses dados, dentro de um hospital universitário, agiliza o acesso de pacientes com obstrução primária de via lacrimal baixa ao tratamento adequado. Objetivos: Descrever os achados histopatológicos da biopsia rotineira da PPSL obtida durante DCRE e, desse modo, avaliar a relevância dessa análise rotineira em diagnosticar o padrão inflamatório da dacriocistite e descartar doenças não inflamatórias que se apresentem com o mesmo quadro clínico. Objetiva-se, também, determinar o perfil epidemiológico e clínico de pacientes acometidos pela dacriocistite dentro de um hospital universitário. Material e Métodos: A análise histopatológica de 80 amostras da PPSL a partir de biópsias obtidas durante cirurgia de DCRE e classificação das mesmas em relação: padrão inflamatório, idade, sexo, etnia, presença de epífora, expressão positiva do saco lacrimal e comorbidades nasolacrimais associadas. Para a análise estatística, foi utilizado o qui-quadrado e considerou-se diferença significativa quando p<0,05. Resultados: O padrão histopatológico inflamatório foi maior na faixa etária idoso (71,8%), etnia branca (64,1%), do sexo feminino (64,1%), apresentando epífora (87,18%), expressão positiva do saco lacrimal (76,92%) e sem comorbidades nasolacrimais (71,8%) como achados pré-operatórios. O padrão não inflamatório esteve presente em apenas 2 amostras (2,5%), 1 adulto e 1 idoso, ambos brancos, do sexo feminino com epífora e expressão positiva do saco lacrimal prévios à intervenção cirúrgica. Esse adulto apresentou comorbidade nasolacrimal associada. Discussão: Assim, padrão inflamatório moderado em mulheres, brancas, idosas, com epífora e expressão positiva do saco lacrimal foi prevalente nas amostras analisadas, em conformidade com a literatura. Padrão não inflamatório esteve presente em 2,5% das amostras. Conclusão: A análise histopatológica rotineira da PPSL é desnecessária. Apenas casos com suspeita prévia ou intraoperatória de outra etiologia para dacriocistite devem ser biopsiados. Isso possibilita uma economia de recursos e redução do tempo cirúrgico. Entretanto, ressalta-se que uma análise amostral maior poderia identificar doenças que mimetizem obstrução baixa de via lacrimal numa frequência mais expressiva. Destaca-se que a determinação do perfil epidemiológico dos acometidos com dacriocistite permite a pronta identificação e o encaminhamento dos mesmos para tratamento adequado. É válido ressaltar que o score de inflamação criado (SCI) determinou o perfil dos pacientes mais suscetíveis a quadros severos.
metadata.dc.description.abstractother: Introduction: The most common involvement of the tear sac is chronic inflammation with varying degrees of fibrosis (dacryocystitis). Thus, it is essential to determine the profile of patients affected by this disease as well as to identify the most common histopathological findings of the posterior wall of the lacrimal sac (PPSL) during external dacryocystorhinostomy (ECD). The correlation between these data, within a university hospital, will expedite the access of patients with primary obstruction of the low lacrimal route to the appropriate treatment. Objectives: It is hoped to describe the histopathological findings of the routine PPSL biopsy during ECD, and thus to evaluate the relevance of this routine analysis in diagnosing the inflammatory pattern of dacryocystitis and to rule out non-inflammatory diseases that present with the same clinical picture. Material and Methods: Histopathological analysis of 80 samples of PPSL obtained during ECD and classification of these samples in relation to nflammatory pattern, age, gender, race, presence of epiphora, discharge during expression of lacrimal sac and nasolacrimal comorbidities. For the statistical analysis, was used chi-square test and there was significant difference when p<0.05. Results: The inflammatory pattern was higher in elderly (71.8%), white (64.1%), women (64.1%), with epiphora (87.1%) and discharge during expression of lacrimal sac (76.9%) and without nasolacrimal comorbidities (71.8%). The no inflammatory pattern was present in 2 samples, one adult and the other elderly, both whites, woman and with epiphora and discharge during expression of lacrimal sac. This adult has nasolacrimal disorders associated. Discussion: Then, the moderate inflammatory pattern in white elderly women, with epiphora and positive discharge during lacrimal sac expression was prevalent in the samples assessed. The no inflammatory pattern was present in only 2.5% of the samples. Conclusion: The routinized histopathological analysis of the PPSL is unnecessary. Only cases with previous or intraoperative suspect of another etiology for dacryocystitis should be biopsied. This allows resource saving and reduction of surgery time. It must be observed that, however, a higher sample size might be able to detect a larger number of diseases that mimic the low obstruction of the lacrimal system and simulated inflammatory patterns. It is important to note that the epidemiological profile of the ones affected with dacryocystitis allows prompt identification and referral to proper treatment. It should be emphasized that the inflammation score (SCI) created ascertained the patients more susceptible to severe clinical pictures.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7317
Appears in Collections:PPGCM - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação.pdf1.92 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons