Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7338
Title: Contribuição para o estudo do uso de aplicativos de smartphone no ensino de física
Authors: Almeida, Adrielle Aparecida
metadata.dc.contributor.advisor: Saguia, Andreia Mendonça
metadata.dc.contributor.members: Saguia, Andreia Mendonça
Costa, Eden Vieira
Nunes, Wallace de Castro
Abstract: O grande avanço tecnológico ocorrido nos últimos anos tem contribuído de forma significativa para uma rápida popularização do telefone celular. Esse fenômeno pode ser observado nas escolas, tanto pública quanto privada, onde praticamente todos os alunos possuem um desses aparelhos. Não é difícil encontrar nas mãos dos estudantes os aparelhos mais sofisticados, os smartphones, que possuem sistemas operacionais iguais aos dos computadores de última geração e apresentam múltiplas funcionalidades. O efeito colateral de todo esse acesso a esta nova tecnologia na educação é que se ela não for bem utilizada em sala de aula ela pode acabar atrapalhando. Por exemplo, pude observar durante meu estágio docente numa escola em Niterói que uma grande parte dos alunos fica brincando com o celular no horário da aula, tirando fotos e acessando redes sociais escondido do professor. Com essa observação em mente e determinada a encontrar uma melhor utilização do celular nas salas de aula resolvi pesquisar o uso de smarphones no ensino de física. Dentre as muitas aplicações que, conforme veremos, estes aparelhos permitem, focarei a discussão neste trabalho na utilização de aplicativos, os famosos apps, no ensino. Vou mostrar como funcionam alguns aplicativos que estão prontos para as plataformas da maioria dos aparelhos e que podem ser obtidos gratuitamente na internet. Também mostrarei a facilidade que se tem hoje em dia para construir um aplicativo com as características desejadas, dando dicas de algumas plataformas de criação, como o MIT Inventor. Por último, relatarei minha experiência ao lecionar uma aula usando os smartphones dos alunos e um aplicativo chamado Física na Escola. Meu intuito era testar a eficácia desta nova tecnologia para melhorar o processo de ensino-aprendizagem de Física. Foi uma aula que saiu da rotina de um ensino tradicional em que os professores são o centro, para uma aprendizagem mais participativa e integrada. Conforme pude observar, a aula despertou um grande interesse nos alunos, proporcionou uma interação maior entre eles e gerou boas discussões sobre física.
metadata.dc.description.abstractother: The great advance of technology in the last year has contributed for a fast popularization of the cell phone around the world. This phenomena can be observed in our schools, as public as private, where almost all students possess this kind of device. In fact, it is not hard to see students operating the most sophisticated cells, known as smart phones, a true mobile computer with good operational system and hardware configuration able to realize multiple functions. The side-effect of this wide access to all this new technology for the educational process is that if it is not well handled it can jeopardize. For example, I could observe during my internship in a school in Niterói that a great part of students plays with the cell phone in the middle of class, takes pictures and accesses social networks out of the sight of the teacher. With this observation in mind and motivated to find a better application to cell phone in the classroom I decided to investigate the use of smart phones in the physics teaching. Among the many applications that, as it will be seen, these devices allow, I will keep the focus in this work in the discussion of the utilization of applications, the famous apps, in teaching. I am going to show how some apps, that are available to download in internet for free and ready to be used, works. Also, I will discuss how it is easy now a days to build an app with the desired characteristics, I will give some hints about good computer platforms of creation as, for example, the MIT inventor. Last, I will tell my experience in teaching physics by using the smart phones of the students and an application called Physics at School. My aim was to assay the effectiveness of this new kind of technology in the teaching-learning process. This class broke the routine of a traditional class where the teacher is the center of the attention to a learning process more participative and integrated. As I could observe, the class awoke a great interest in the students, also it stimulated a greater interaction among them and provided good discussion about physics.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7338
Appears in Collections:IFF - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Adrielle Almeida.pdf1.83 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.