Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7372
Title: Violência obstétrica: conceituações e considerações sobre sua implicação no parto
Authors: Alonso, Danielle
metadata.dc.contributor.advisor: Pena, Ricardo Sparapan
metadata.dc.contributor.members: Silva, Nancy Lamenza Sholl da
Alves, Priscila Pires
Issue Date: 2018
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: A violência obstétrica é um tema cuja exploração e divulgação tem se expandido na atualidade, construindo gradativamente um cenário onde a população de modo geral, e principalmente as mulheres, que compõem a população específica afetada diretamente por esse tipo de violência, estão descobrindo seus direitos a partir da visibilidade sobre as atitudes que os violam. Sendo assim, este trabalho de revisão bibliográfica busca explorar o tema da violência obstétrica a partir da sua história, conceituando o termo, abordando suas classificações, e também expondo quais são os aspectos sociais e históricos que sustentam as práticas violentas contra as mulheres gestantes, parturientes e puérperas. Compreendemos, então, que a violência obstétrica tem nas suas bases diferentes questões relacionadas tanto à área da saúde como ao meio social, e que são estas que a sustentam até os dias atuais. Concluímos que para que haja um enfrentamento efetivo deste fator e uma mudança no cenário das práticas obstétricas, é preciso trabalhar e promover ações de humanização do cuidado na interface entre a saúde e os aspectos constitutivos da violência obstétrica no Brasil.
metadata.dc.description.abstractother: Obstetric violence is a subject that exploitation and dissemination has now expanded, gradually building a scenario where population, and especially women, who are directly affected by this kind of violence, are discovering their rights by recognizing the attitudes that violate them. Therefore, this bibliographic review work aims to explore the topic of obstetric violence from its history, conceptualizing the term, addressing its classifications, and also exposing what are the social and historical aspects that sustain violent practices against pregnant women, parturients and postpartum women. We understand that obstetric violence has at its root different issues related to both the health area and the social environment, and these issues are mainly responsible to sustain it until the present day. We conclude that, in order to fight against these issues and to change the scenario of obstetric practices, it is necessary to work and promote the humanization of care in the aspects of health and the constitutive aspects of obstetric violence in Brazil.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7372
Appears in Collections:VGS - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Danielle Alonso - ATA.pdf2.25 MBAdobe PDFView/Open
Danille Alonso - TCC.pdf1.19 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons