Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7376
Title: O suporte social da mulher no puerpério e sua relação com a depressão pós-parto
Authors: Coelho, Isabella Veloso e Sousa
metadata.dc.contributor.advisor: Pereira, Priscila Alves
metadata.dc.contributor.members: Silva, Edneusa Lima
Pena, Ricardo Sparapan
Issue Date: 2018
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: A depressão perinatal não é tratada tal qual uma classe diagnóstica segregada: trata-se de um quadro depressivo mais intenso e amplo, de maneira que seu diagnóstico é dependente de diversos fatores concernentes à duração, aos sintomas e à incapacitação, estabelecidos pelo DSM-IV-TR. Diversas pesquisas concluíram a predominância da depressão no período pós-parto (DPP) em variações entre 10% e 20%, sendo possível, em determinadas ocasiões, alcançar o patamar de 40%. A ausência de apoio social é tido como um dos aspectos absolutos da depressão pós-parto, de maneira que este é denominado como a série de recursos disponibilizados pelos demais indivíduos. O arcabouço metodológico deste trabalho foi lastreado por Vergara (2013). Esta pesquisa foi apresentada como um estudo descritivo, de caráter documental, constituindo-se numa pesquisa bibliográfica. Diante dos achados presentes nesta pesquisa, é possível concluir que o apoio social é relevante no combate à depressão pós-parto, auxiliando a puérpera a transpor este delicado momento de sua vida, no qual deve aprender a se redescobrir e, ao mesmo tempo, ser mãe.
metadata.dc.description.abstractother: Perinatal depression is not treated as a segregated diagnostic class: it is a more intense and extensive depressive condition, so that its diagnosis is dependent on several factors related to duration, symptoms and disability, established by DSM-IV -TR. Several studies have concluded the prevalence of postpartum depression (PDD) in variations between 10% and 20%, and it is possible to reach a level of 40% on some occasions. The absence of social support is considered as one of the absolute aspects of postpartum depression, so it is termed as the series of resources made available by the other individuals. The methodological framework of this work was backed by Vergara (2013). This research was presented as a descriptive, documentary study constituting a bibliographic research. Given the findings of this research, it is possible to conclude that social support is relevant in the fight against postpartum depression, helping the puerpera to transpose this delicate moment of her life, in which she must learn to rediscover herself and, at the same time, be mother.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7376
Appears in Collections:VGS - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ISABELLA VELOSO- ATA.pdf118.75 kBAdobe PDFView/Open
ISABELLA VELOSO- TCC.pdf245.43 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons