Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7427
Title: Índice de Sensibilidade à Dragagem (ISD): metodologia e aplicação no zoneamento e gestão de dragagem na Baía de Sepetiba
Authors: Trevisan, Cleuza Leatriz
metadata.dc.contributor.advisor: Wasserman, Julio César Faria de Alvim
metadata.dc.contributor.members: Cunha, Letícia Cotrim da
Bidone, Edison Dausacker
Issue Date: 2018
Abstract: Os portos são responsáveis pela ligação e manutenção do comércio entre os diversos países do mundo, recebendo e carregando os mais diferentes produtos. Com o crescente volume de cargas transportadas, as autoridades têm se comprometido a construir e melhorar os acessos às instalações e facilidades portuárias. Nesse contexto uma atividade se destaca, não só pela importância do serviço, mas também pela regularidade e frequência com que é requisitada: a dragagem. E embora seja empregada para diversas outras obras, o presente estudo contempla o uso no gerenciamento de áreas de dragagem para construção de portos. Apesar das vantagens, o processo em si, de retirada dos sedimentos, gera impactos que demandam especial atenção no projeto. Alguns conflitos incidem sobre o ambiente, como alteração na qualidade da água e modificação do substrato, outros nas comunidades locais com perda de produtos pesqueiros. Além disso, em portos com sedimentos contaminados, os impactos aumentam consideravelmente, pois os contaminantes podem ficar disponíveis para incorporação pelos organismos. Assim, o objetivo do projeto foi criar um índice que auxilie o planejamento do projeto de dragagem, a fim de minimizar os danos da remoção do substrato. As áreas para disposição do material dragado também podem ser incluídas no modelo, com algumas adaptações das fórmulas. A criação do Índice de Sensibilidade à Dragagem (ISD) envolveu várias etapas desde a concepção do modelo até a aplicação na Baía de Sepetiba, que é região costeira de relevante importância econômica e ambiental. A metodologia inovadora está baseada nos conceitos de sustentabilidade e inclui a quantificação da sensibilidade nos meios biótico, abiótico e socioeconômico, cada um deles com indicadores específicos. O resultado final é o mapa do ISD que mostra, de maneira fácil, o zoneamento da baía de acordo com a sensibilidade apresentada pelos meios. Esse zoneamento indica os locais mais favoráveis à retirada do sedimento ou aqueles em que a dragagem tem maior potencial impactante. Auxilia na tomada de decisões e na gestão de medidas compensatórias e pode ser implantado para diferentes ecossistemas e outros fins que não somente o aplicado nesse trabalho.
metadata.dc.description.abstractother: Ports are responsible to link and to maintain commerce among countries, because they receive and load different products around the world. Because charges freight is growing, port authorities are committed to build new harbor structures and to improve accesses to those already existing facilities. In this scenario, dredging activity stands out from the others because its relevance, frequency and regularity to displace large amounts of sediment. Although dredging is used for a sort of projects, this paper will be applied to port capital dredging at the sediment withdraw step. This specific choice was made because changes in dredge sites can cause serious damages to their surrounding areas. Despite its benefits, some problems, as loss of habitats and reduction on local communities life quality, are matter of concern on dredging projects. Ports which are located in contaminated areas can increase potential damages substantially because contaminants can be available to biota and reach trophic chain. Beyond this, economic activities, as fishery and tourism are affected by dredging services because the water quality is reduced. The aim of this work is to create a dredging management tool, the Dredging Sensitivity Index (ISD), in order to diminish conflicts caused by dredging operations. ISD is designed to be used on conception and planning phases in dredging projects and to be used for other engineering structures as well as to choose underwater disposal sites, with some formula adjustments. Its new methodology is based on sustainable concepts and it included many steps since its conception until its application. The model quantifies the sensitivity to dredging excavation activities in three media according their similar characteristics: abiotic, biotic and socioeconomic; each one composed by their own specific indicators. Sepetiba Bay was chose because it is a coastal region which presents environmental and economic important areas including its relevant port activities. The final result is ISD map which shows Sepetiba bay “zoning” according its sensitivity. This zoning points the most favorable regions to dredging services or those where there are more damaging potential. ISD can be used in many ecosystems and provides information which helps on decision-making and on managing compensatory measures.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7427
Appears in Collections:PPG-GEO - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO CLEUZA.pdf5.09 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons