Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7591
Title: Proposta de modelo no gerenciamento de medicamentos potencialmente perigosos baseado na gestão por processos: aplicação no gerenciamento de insulina
Authors: Silva, Tiago Henrique Arantes Cadete da
metadata.dc.contributor.advisor: Pontes, André Teixeira
metadata.dc.contributor.advisorco: Cordeiro, Benedito Carlos
metadata.dc.contributor.members: Ferraz, Carla Valéria Vieira Guilarducci
Retto, Maely Peçanha Fávero
Issue Date: 2017
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: Os erros de medicação são um grave problema de saúde mundial. Por serem evitáveis, medidas de prevenção são formas estratégicas de minimizar as chances desses erros acontecerem. A fim de criar barreiras de segurança, alguns hospitais têm aplicado as recomendações de boas práticas na utilização de Medicamentos Potencialmente Perigosos, sugeridas por órgãos focados na segurança do paciente. Uma das formas de adaptação dessas sugestões para a realidade desses hospitais é a utilização de ferramentas de gestão por processo. Com base nessas informações, o estudo realizou uma abordagem dos processos, subprocessos e atividades identificados no Protocolo de Práticas Seguras na Prescrição, Uso e Administração de Medicamentos, da Portaria nº 2.095/13 do Ministério da Saúde, com a finalidade de hierarquizar e eleger os processos, subprocessos e atividades que foram mapeados e modelados, utilizando o Business Process Management and Notation. A insulina foi o Medicamento Potencialmente Perigoso utilizado como instrumento na construção desse modelo, tendo nove subprocessos mapeados e 27 atividades modeladas. A modelagem de cada atividade foi planejada e construída a partir da inserção dessas recomendações em diferentes etapas da execução do trabalho, incluindo a descrição das responsabilidades dos profissionais envolvidos, medição de taxas de erros, diagramação do fluxograma pelo software Bizagi e produção de material de apoio (protocolos, boletins informativos, entre outros). A utilização do Business Process Management and Notation possibilitou uma visão mais detalhada das atividades envolvidas na utilização desse medicamento, propondo a identificação de pontos críticos, detecção de falhas e geração de indicadores, o que possibilita a observação de oportunidades de melhorias onde as chances de erros são mais potenciais. Além disso, a proposta do modelo pode direcionar os gestores de saúde a avaliarem os seus processos no sistema de utilização de medicamentos, com foco na melhoria da qualidade do serviço de saúde prestado e o aumento da segurança dos pacientes.
metadata.dc.description.abstractother: Medication errors are a serious global health problem. Because they are avoidable, prevention measures are strategic ways to minimize the chances of these mistakes occurring. In order to create safety barriers, some hospitals have applied good practice recommendations on the use of High-Alert Medications, suggested by organizations focused on patient safety. One of the ways of adapting these suggestions to the reality of these hospitals is the use of process management tools. Based on this information, the study carried out an approach to the processes, subprocesses and activities identified in the Protocol of Safe Practices in Prescribing, Use and Administration of Medicines of Ministry of Health Ministerial Order nº 2.095/13, with the purpose of hierarchizing and electing processes, subprocesses, and activities that were mapped and modeled using Business Process Management and Notation. Insulin was the High-Alert Medication used as instrument in the construction of this model, having nine mapped subprocesses and 27 modeled activities. The modeling of each activity was planned and built from the insertion of these recommendations in different stages of the work execution, including the description of the responsibilities of the professionals involved, measurement of error rates, diagramming of the flow diagram by software Bizagi and production of support material (protocols, newsletters, among others). The use of Business Process Management and Notation enabled more detailed view of the activities involved in the use of this medicine, proposing the identification of critical points, detection of failures and generation of indicators. Which allows the observation of opportunities for improvement where the chances of errors are increase. The model proposal may direct health managers to evaluate their processes in the medication use system, focusing on improving quality of health provided service and increase patient safety.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7591
Appears in Collections:PPG-GAFAr - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Silva,Tiago Henrique Arantes Cadete da, 2017.pdf3.1 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.