Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7681
Title: Um olhar de gênero sobre saúde e trabalho: estudo de caso de uma empresa multinacional
Authors: Silva, Josiene Karla Alves da
metadata.dc.contributor.advisor: Melo, Hilde Pereira de
metadata.dc.contributor.advisorco: Guedes, Moema de Castro
metadata.dc.contributor.members: Ferreira, Luiz Otávio
Freitas, Rita de Cássia Santos
Issue Date: 2012
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: O presente estudo realiza uma análise de como as questões de gênero se relacionam com a saúde dos (as) trabalhadores (as) em uma empresa multinacional. Em um contexto mundial, no qual o tempo do trabalho invade cada vez mais o tempo do não trabalho, buscamos refletir sobre as diferenças marcadas por gênero no perfil epidemiológico desses (as) trabalhadores (as). Nossa análise se vale do estudo de caso utilizando a estatística descritiva para apreciação do banco de dados, que é composto pelo registro de dados coletivos de saúde da força de trabalho da empresa estudada no período de 2003 a 2008. Observamos algumas diferenças marcadas por gênero no perfil de licenças médicas dos (as) trabalhadores (as) com uma concentração maior de determinados adoecimentos ligados ao sexo feminino com prevalência de doenças relativas a transtornos mentais e de comportamento e doenças osteomusculares. Diferentemente, os homens apresentam um perfil de adoecimento mais relacionado às doenças respiratórias, osteomusculares e cardiovasculares. Buscamos desenvolver com esse trabalho um olhar capaz de considerar as diferenças e peculiaridades no perfil de adoecimento de uma população de trabalhadores (as) muito escolarizados (as). A reflexão sobre as doenças que impactam a saúde de homens e mulheres pode nos auxiliar a pensar como as diferenças de gênero incidem na saúde das pessoas, considerando que o processo saúde-doença se constitui e se conforma no bojo das relações sociais.
metadata.dc.description.abstractother: This study conducts an analysis of how gender issues relate to the health of (the) employee (s) in a multinational company. In a world in which work time invades more and more time not working, we reflect on the marked differences by gender in the epidemiology of (the) employee (s). Our analysis relies on the case study using descriptive statistics for the assessment of the database, which consists of the data record collective health of the workforce of the company studied the period from 2003 to 2008. We observed some marked differences by gender in the profile of medical license (s) employee (s) with a higher concentration of certain illnesses linked to female prevalence of diseases related to mental and behavioral disorders and musculoskeletal diseases. In contrast, men have a pattern of illness more closely related to respiratory diseases, musculoskeletal and cardiovascular diseases. We seek to develop this work with a look that considers the differences and peculiarities in the pattern of illness in a population of workers (the) very educated (as). Reflections on the diseases that impact the health of men and women can help us think about how gender differences affect people's health, considering that the health-disease process is established and it conforms in the midst of social relations.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7681
Appears in Collections:PPGESS - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JosieneKarlaAlvesDaSilva.pdf340.13 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons