Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7687
Title: Design thinking e lean six sigma: uma proposta de integração para melhorar o desempenho organizacional através dos impactos versus ferramentas obtidos em um estudo survey
Other Titles: Design thinking and lean six sigma: an integration proposal to improve organizational performance through impacts versus tools obtained in a survey study
Authors: Santos, Luany Cardoso dos
metadata.dc.contributor.advisor: Costa, Helder Gomes
metadata.dc.contributor.members: Araújo, Elaine Aparecida
Pessôa, Leonardo Antônio Monteiro
Meiriño, Marcelo Jasmim
Issue Date: 2018
Citation: SANTOS, Luany Cardoso dos. Design thinking e lean six sigma: uma proposta de integração para melhorar o desempenho organizacional através dos impactos versus ferramentas obtidos em um estudo survey. 2018. 115 f. (Mestrado em Engenharia de Produção) – Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2018.
Abstract: O presente trabalho busca auxiliar as organizações a melhorar seu desempenho organizacional utilizando a abordagem do Design Thinking (DT). Para isto, entende-se quais são as barreiras existentes atualmente na adoção do DT além de identificar quais são os impactos mais retratados na literatura. Além disto, tendo em vista a existência de poucos trabalhos que relacionem as ferramentas utilizadas nos projetos, também é possível obter nesta pesquisa uma lista de ferramentas possíveis a fim de potencializar cada impacto desejado. Para a identificação de todos estes pontos foi realizada uma revisão sistematizada da literatura, baseada no modelo de garimpagem desenvolvido por Costa (2010), conhecido como webibliomining. Foi utilizada a base Scopus e foram identificados um total de 39 impactos do DT na literatura além de 24 ferramentas selecionadas. Para compor o questionário integrado a ser avaliado por especialistas foram selecionadas mais 8 ferramentas LSS que tem possibilidade de utilização no DT. Os impactos foram priorizados pela Análise de Pareto, restando 20 impactos avaliados por 25 ferramentas (17 DT e 8 LSS). Complementarmente os impactos foram relacionados ao desempenho organizacional conforme os pilares propostos no Prêmio de Qualidade Malcolm Baldrige (MB). Os 3 impactos de maior relevância foram “Gestão do conhecimento/aprendizado colaborativo”; “Aumento engajamento e integração dos stakeholders”; “Vantagem competitiva para inovação e criação”. Analogamente o pilar MB mais impactado é a “Força de Trabalho” seguido do “Planejamento Estratégico”. Dentre as ferramentas avaliadas pelos especialistas as 5 mais recomendadas são “Jornada do Usuário”; “Foco nas necessidades dos clientes”; “Mapa de Empatia”; “Entrevistas” e “Brainstorming”. Porém este resultado pode variar conforme o impacto desejado. A ferramenta LSS “Poka Yoke” foi excluída da proposta de framework final por sua pouca relevância identificada na pesquisa. O resultado deste estudo mostra-se relevante pois ao avaliar os resultados do LSS percebe-se um bom resultado em dimensões complementares ao resultado encontrado no DT. Com isto espera-se que a organização que buscar utilizar o que há de melhor em ambas as metodologias terão seu desempenho organizacional aprimorado
metadata.dc.description.abstractother: O presente trabalho busca auxiliar as organizações a melhorar seu desempenho organizacional utilizando a abordagem do Design Thinking (DT). Para isto, entende-se quais são as barreiras existentes atualmente na adoção do DT além de identificar quais são os impactos mais retratados na literatura. Além disto, tendo em vista a existência de poucos trabalhos que relacionem as ferramentas utilizadas nos projetos, também é possível obter nesta pesquisa uma lista de ferramentas possíveis a fim de potencializar cada impacto desejado. Para a identificação de todos estes pontos foi realizada uma revisão sistematizada da literatura, baseada no modelo de garimpagem desenvolvido por Costa (2010), conhecido como webibliomining. Foi utilizada a base Scopus e foram identificados um total de 39 impactos do DT na literatura além de 24 ferramentas selecionadas. Para compor o questionário integrado a ser avaliado por especialistas foram selecionadas mais 8 ferramentas LSS que tem possibilidade de utilização no DT. Os impactos foram priorizados pela Análise de Pareto, restando 20 impactos avaliados por 25 ferramentas (17 DT e 8 LSS). Complementarmente os impactos foram relacionados ao desempenho organizacional conforme os pilares propostos no Prêmio de Qualidade Malcolm Baldrige (MB). Os 3 impactos de maior relevância foram “Gestão do conhecimento/aprendizado colaborativo”; “Aumento engajamento e integração dos stakeholders”; “Vantagem competitiva para inovação e criação”. Analogamente o pilar MB mais impactado é a “Força de Trabalho” seguido do “Planejamento Estratégico”. Dentre as ferramentas avaliadas pelos especialistas as 5 mais recomendadas são “Jornada do Usuário”; “Foco nas necessidades dos clientes”; “Mapa de Empatia”; “Entrevistas” e “Brainstorming”. Porém este resultado pode variar conforme o impacto desejado. A ferramenta LSS “Poka Yoke” foi excluída da proposta de framework final por sua pouca relevância identificada na pesquisa. O resultado deste estudo mostra-se relevante pois ao avaliar os resultados do LSS percebe-se um bom resultado em dimensões complementares ao resultado encontrado no DT. Com isto espera-se que a organização que buscar utilizar o que há de melhor em ambas as metodologias terão seu desempenho organizacional aprimorado
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7687
Appears in Collections:PPGEP - Dissertações - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO LUANY FINAL PARA IMPRESSÃO_FINAL.pdf4.67 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.