Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7689
Title: Análise das prescrições de medicamentos em unidades de atenção básica à saúde no município de Itaguaí - RJ
Authors: Silva, Juliana Tabosa da
metadata.dc.contributor.advisor: Santos, Vania dos
metadata.dc.contributor.advisorco: Castilho, Selma Rodrigues de
metadata.dc.contributor.members: Retto, Maely Peçanha Fávero
Elias, Sabrina Calil
Issue Date: 2018
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: As ações de Assistência Farmacêutica (AF) estão incluídas no campo de atuação do Sistema Único de Saúde e envolvem atividades que têm como propósito a promoção do acesso e uso racional de medicamentos (URM). Este, é definido como um processo que compreende a prescrição apropriada; a dispensação em condições adequadas; o consumo nas doses indicadas, nos intervalos definidos de medicamentos eficazes, seguros e de qualidade. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a morbimortalidade causada por produtos farmacêuticos está entre os principais problemas de Saúde Pública, sendo mais da metade de todos os medicamentos, prescritos, dispensados, vendidos e usados incorretamente. Em um esforço para promover o URM, a OMS desenvolveu os indicadores do uso de medicamentos para analisar de maneira quantitativa e padronizada os serviços em relação ao uso de medicamentos na atenção básica à saúde (ABS). O objetivo foi analisar as prescrições de medicamentos das unidades de ABS do município de Itaguaí, RJ. Foi desenvolvido em 10 Unidades Básicas de Saúde (UBS) e 10 unidades de Estratégia de Saúde da Família (ESF) e consistiu na análise dos indicadores de prescrição: número médio de medicamentos por receita; porcentagem de medicamentos prescritos pela denominação genérica; porcentagem de receitas em que há prescrição de antibióticos; porcentagem de medicamentos prescritos que figuram na Relação Municipal de Medicamentos Essenciais (REMUME). Estudou-se também as prescrições quanto ao cumprimento da legislação sanitária, e a disponibilidade de cópias da REMUME nas unidades de saúde. Foi utilizada a segunda via de todas as receitas de médicos e dentistas atendidas nas farmácias das unidades, dos meses de junho e julho de 2017, totalizando 7.502 receitas. Os medicamentos prescritos foram classificados e agrupados utilizando-se o sistema Anatomical Therapeutic Chemical. O número médio de medicamentos por receita foi de 2,78. Dos medicamentos prescritos, 74,38% foram pela denominação genérica e 85,56% constavam na REMUME-Itaguaí 2010. Observou-se que 22,38% das receitas continham ao menos um antibiótico prescrito. Entre as receitas da ESF, foi maior a proporção de medicamentos prescritos pela denominação genérica (77,32%) e daqueles que fazem parte da REMUME (88,29%), comparativamente às da UBS (73,71% e 84,93% respectivamente). Os medicamentos que atuam no sistema cardiovascular foram os mais prescritos. A divulgação da REMUME se mostrou insuficiente nas unidades de saúde estudadas. Quanto ao cumprimento da legislação sanitária, observou-se ausências de informações fundamentais para a utilização segura de medicamentos, indicando falhas importantes no ato prescritivo. Este trabalho pode fornecer relevante contribuição para a AF em Itaguaí, sobretudo no âmbito da ABS, uma vez que seus resultados são capazes de direcionar esforços gerenciais e educativos com foco na promoção do URM. Os dados obtidos no estudo, foram divulgados entre os gestores e os profissionais de saúde do município através de um nota técnica com o propósito de auxiliá-los no fomento e/ou aprimoramento de estratégias, políticas e programas de saúde relacionados à utilização de medicamentos.
metadata.dc.description.abstractother: The actions of Pharmaceutical Assistance (APh) are included in the scope of the Unified Health System and involve activities with purpose for promoting access and rational use of drugs (DRU), defined as a process including the appropriate prescription; dispensing under appropriate conditions; consumption at the indicated doses, at the defined intervals of effective, safe and quality drugs. According to the World Health Organization (WHO), the morbimortality caused by pharmaceuticals products is among the major public health problems, with more than half of all medicines being prescribed, dispensed, sold and used incorrectly. In an effort to promote rational use of drugs, WHO has develop indicators of medicine use to quantitatively analyze services in relation to the use of medicines in primary health care. The objective was to analyze the medication prescriptions in Primary Health Care of the municipality Itaguaí, RJ. It was developed in 10 Basic Health Units (UHB) and 10 units of Family Health Strategy (SHF), and consisted in the analysis of prescription indicators: average number of drugs per prescription; percentage of drugs prescribed by the generic name; percentage of prescriptions who has a antibiotic prescripted; percentage of prescription drugs listed in the Essential Medicines Local List. It also studied prescriptions about its compliance with sanitary legislation and the availability of Essential Medicines Local List in health facilities. Was used the copy from all recipes of doctors and dentists attended in the pharmacies of the units in June and July of 2017, totaling 7,502 recipes. The prescribed drugs were classified and grouped using the Anatomical Therapeutic Chemical system (ATC). The average number of drugs per prescription was 2.78. Of the drugs prescribed, 74.38% were by generic name and 85.56% belonged to Essential Medicines Local List - Itaguaí 2010. It was found that 22.38% of the recipes contained at least one prescribed antibiotic. Among the recipes of the SHF, the proportion of drugs prescribed by the generic name (77.32%) and those belonging to Essential Medicines Local List (88.29%) was higher than those of UHB (73.71% and 84.93% respectively). The drugs that act in the cardiovascular system were the most prescribed. The dissemination of Essential Medicines Local List was insufficient in the health units studied. Regarding compliance with sanitary legislation, there were absences of essential information for the safe use of medicines, indicating important fails in the prescriptive act. This study can provide a relevant contribution to APh in Itaguaí, especially in Primary Health Care, once then the results are capable to guide management and educational efforts, with focus on the promotion of DRU. The data obtained in the study were disseminated among the managers and health professionals of the municipality through a technical note with the purpose of assisting them in the promotion and / or improvement of strategies, policies and health programs related to the use of medicines.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7689
Appears in Collections:PPG-GAFAr - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Silva, Juliana Tabosa da.pdf1.46 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.