Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7766
Title: Entre Carlos de Oliveira e João Cabral de Melo Neto: errar a paisagem
Authors: Gandolfi, Leonardo
metadata.dc.contributor.advisor: Alves, Ida Maria Santos Ferreira
metadata.dc.contributor.members: Pedrosa, Celia de Moraes Rego
Abdala Júnior, Benjamin
Pereira, Maria Luiza Scher
Pucheu Neto, Alberto
Issue Date: 2012
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: A partir da busca de elementos da paisagem nas obras de Carlos de Oliveira e João Cabral de Melo Neto, confronto – por justaposição e contaminação crítica – de questões como voz e memória. Discussão de uma face dessas escritas afastada da promessa solar que esses projetos poéticos já pareceram exclusivamente afirmar. Nesse percurso, de um lado, uma abordagem que privilegia a noção reatualizada de prosopopeia e a busca de uma espessura de tempo cultural. Do outro, o neorrealismo mobilizado como força de produção e recepção textual, através, sobretudo, da leitura que Deleuze fez do cinema neorrealista italiano ou do teatro épico e sua metalinguagem, segundo Brecht. Em Cabral e Oliveira, a partir de uma leitura cruzada, análise da repercussão desses confrontos e seu desdobramento em obsessões processuais como o drama, a dança e, especificamente no caso de Cabral, a música serial. Por fim, a série, como procedimento artístico em ambos, figurada na imagem do rastro, espaço-tempo em extravio que localiza aqueles elementos da paisagem e do poema no registro do falhanço, ou seja, do erro, noção que se apresenta como chave de leitura.
metadata.dc.description.abstractother: The search of landscape elements in the writings of Carlos de Oliveira and João Cabral de Melo Neto. By juxtaposition and critical contamination, to confront items such as voice and memory. Along the way, on the one hand, an approach that focuses on prosopopoeia and the search for other cultural time. On the other hand, neorealism mobilized as a force of textual production and reception, in particular by the Deleuze’s reading of the Italian neorealist cinema or epic theater and its metalanguage, according to Brecht. The drama, the dance, and specifically in the case of Cabral, the serial music as procedure In Cabral and Oliveira texts. Finally, the series, an artistic procedure in both the figurative image of the trail, a space-time loss that finds those elements of the landscape and the poem in the tune of failure, i.e., the error.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7766
Appears in Collections:POSLIT - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE LEONARDO.pdf1.12 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons