Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7781
Title: Construções correlatas aditivas em perspectiva funcional
Authors: Rosário, Ivo da Costa do
metadata.dc.contributor.advisor: Oliveira, Mariangela Rios de
metadata.dc.contributor.members: Dias, Nilza Barrozo
Menezes, Vanda Maria Cardoso de
Módolo, Marcelo
Wilson, Victória
Issue Date: 2012
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: Nesta tese, avalia-se a relevância de se considerar a correlação como um processo distinto dos demais (coordenação e subordinação), à luz da Linguística Funcional de vertente norte -americana e da Gramática das Construções. Propõe-se que a correlação aditiva seja analisada em uma perspectiva que a esquematize em micro, meso e macro-construções. Em termos metodológicos, aplica-se o instrumental teórico aos dados da língua portuguesa, a partir de um corpus de textos políticos, extraídos do site da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, no ano de 2009, ou seja, em nossa atual sincronia. A perspectiva é quantitativa e qualitativa, com ênfase nesta última modalidade. A adoção do paradigma da gramaticalização permeia as investigações. Constata-se que, no campo das correlatas aditivas, é possível detectar a existência de, pelo menos, 28 padrões micro-construcionais, que utilizam elementos pré-existentes na língua em sua configuração morfossintática. Esses padrões micro construcionais podem ser hierarquizados em 5 ou 6 padrões meso-construcionais que, por sua vez, estão ligados a um padrão macro-construcional mais genérico, abstrato e esquemático. A constituição básica da prótase regularmente é a seguinte: elemento de negação seguido de focalização. Na apódose, por sua vez, há um elemento de inclusão, seguido ou não de um elemento de reforço. Há, assim, um jogo entre restrição negativa ou negação de um foco (na prótase), acompanhada de uma inclusão, que conta ou não com reforço (na apódose). Diante dessas reflexões, pode-se comprovar a seguinte tese: as construções correlatas aditivas, de fato, apresentam características suficientes que as distinguem das coordenadas aditivas e podem ser esquematizadas em uma perspectiva construcional em três níveis: macro, meso e micro-construções.
metadata.dc.description.abstractother: This thesis evaluates the relevance of considering the correlation as a process distinct from others (coordination and subordination), under the North-American Functional Linguistics and Construction Grammar. It is proposed that the correlation is analyzed in an additive perspective sketch of the micro, meso and macro-constructions. In methodological terms, it is applied the theoretical tools to the data of the Portuguese language from a corpus of political texts, taken from the site of the Legislative Assembly of the State of Rio de Janeiro, in 2009, that is, in our current synchrony. The approach is quantitative and qualitative, with emphasis on the latter mode. The adoption of the paradigm of grammaticalization permeates the investigation. It is possible to detect in the field of additive constructions, the existence of at least 28 microconstructions, using pre-existing elements in the language in their morphosyntactic configuration. These micro-constructional patterns can be ranked in 5 or 6 meso-constructions, which in turn are connected to a macro-constructional pattern, that is more generic, abstract and schematic. The basic constitution of the protasis is regularly the following: element of denial followed by focus. In the apodosis, in turn, there is an element of inclusion, or not followed by a reinforcement element. Thus, there is a match between restricted or denial of a negative focus (the protasis), accompanied by an inclusion, that counts or not reinforced (the apodosis). Given these considerations, the following thesis may be proved: the correlative additive constructions, in fact, have enough features that distinguish them from coordinated additive and can be outlined in a constructional perspective on three levels: macro, meso and micro-structures.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7781
Appears in Collections:POSLING - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ivo da Costa do Rosário - TESE - UFF - Versão final.pdf1.49 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons