Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7786
Title: Resistência de união por ensaio de rasgamento de três tipos de cimentos a uma liga de Ni-Cr
Other Titles: Tearing force strength of three different cements to a Ni Cr alloy
Authors: Lima, Karine da Silva
metadata.dc.contributor.advisor: Gouvêa, Cresus Vinícius Depes de
Issue Date: 2012
Citation: LIMA, Karine da Silva. Resistência de união por ensaio de rasgamento de três tipos de cimentos a uma liga de Ni-Cr. 2012. 52 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Odontologia, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2012.
Abstract: O objetivo deste trabalho foi avaliar a resistência de união por ensaio de rasgamento de três tipos diferentes de cimentos com e sem tratamento de superfície (óxido de alumínio) das superfícies metálicas. Os cimentos utilizados foram: Fosfato de Zinco, cimento de Ionômero de Vidro convencional e Cimento de Ionômero de Vidro modificado por resina. Sessenta pares de placas metálicas em Ni-Cr foram confeccionados, com superfícies planas, próprios para cimentação e testes de rasgamento. Dez pares de placas metálicas de NiCr foram cimentadas para cada agente cimentante, de acordo com as recomendações do fabricante, com jateamento (óxido de alumínio) e sem jateamento do metal, totalizando em seis grupos: 1- Fosfato de Zinco sem jateamento, 2-Ionômero de Vidro convencional sem jateamento, 3-RelyX sem jateamento, 4- Fosfato com jateamento, 5-Ionômero Convencional com jateamento e 6-RelyX com jateamento. Os corpos de prova foram cimentados e colocados numa morsa com torque de 45N durante duas horas para padronização e então levados a máquina de ensaio KRATOS para a realização do ensaio de rasgamento. Os CP foram limpos após a realização de cada ensaio com água destilada por três minutos mergulhados em cuba ultrassônica. Após os ensaios, os resultados obtidos foram submetidos aos testes: Shapiro Wilk (α=0,05), ANOVA por meio de Kruskal-Wallis e Mann-Whitney. As médias de resistência, em Kgf, encontradas foram: grupos sem tratamento de superfície: Fosfato de Zinco=0,306;Ionômero de Vidro convencional Ketac Cem=0,076 e RelyX Luting=2,090. Grupos com tratamento: Fosfato de zinco=0,678; Ionômero Convencional Ketac Cem=0,441; Relyx Luting=9,571. Concluiu-se que nos grupos com e sem tratamento de superfície o cimento RelyX Luting apresentou valores de força de rasgamento significativamente superior aos demais cimentos. Nos grupos com e sem tratamento de superfície Ketac Cem e Fosfato de Zinco não diferiram em relação à força de rasgamento. Com ou sem jateamento, o Cimento Ionômérico modificado por resina RelyX Luting superou em força de rasgamento os demais cimentos testados e o jateamento não influenciou na comparação entre as forças de resistência de Ketac Cem e Fosfato de Zinco, que não diferiram estatisticamente entre si. Em relação a cada cimento,o jateamento aumentou os valores de resistência de união do cimento Ketac Cem e do cimento RelyX Luting, não influenciando estatisticamente o valor de Fosfato de Zinco.
metadata.dc.description.abstractother: The Objective of this study was to evaluate the bond strength for tear testing of three different types of cements with and without surface treatment (aluminum oxide) on metal surfaces. The cements were used: Zinc Phosphate, Conventional Glass Ionomer cement and Ionomer modified glass resin. Material and Methods: sixty pairs of metal plates in Ni-Cr were made, with flat surfaces suitable for cementing and tear tests. Ten pairs of NiCr metal plates were cemented for each luting agent with and without blasting sandblasting of metal, total of six groups: groups without metal blasting 1- Zinc Phosphate , 2 -Ionomer Glass , 3-RelyX Luting and groups with metal blasting:4 - Zinc Phosphate, 5-Glass Ionomer, 6-RelyX Luting. The specimens were cemented and placed in a vise with a torque of 45N for two hours and taken the testing machine KRATOS for the test tear. The specimens were cleaned after the completion of each test with distilled water for three minutes, dipped in the vat ultrassonic. After testing, it were subjected to tests: Shapiro Wilk (α=0,05), ANOVA, Kruskal-Wallis and Mann-Whitney. Results: the mean resistance in Kgf, were: groups whithout surface treatment: 1-Zinc Phosphate =0,306; 2-Ketac Cem=0,076; 3-RelyX Luting=2,090. Treatment group: 4-Zinc Phosphate=0,678; 5-Ketac Cem=0,441; 6-RelyX Luting=9,571. Conclusions: 1-groups with and whithout surface treatment cement RelyX Luting showed tear strength values significantly higher than the other cements . 2-In the groups whith and whithout surface treatment, Ketac Cem hundred and Zinc Phosphate did not differ statistically and the jet did not influence the comparison between Ketac Cem and Zinc Phosphate with respect to tear strength. For each cement, blasting increased the values of bond strength of Ketac Cem cement and cement RelyX Luting not statistically influence the value of Zinc Phosphate.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7786
Appears in Collections:PPGO - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Karine da Silva Lima.pdf683.86 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons