Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7869
Title: Avaliação clínica dos resultados da cirurgia bariátrica em mulheres operadas no Hospital Naval Marcílio Dias – estudo retrospectivo
Authors: Guimarães, Ricardo Silva
metadata.dc.contributor.advisor: Soares, Rosa Leonôra Salermo
metadata.dc.contributor.members: Maia, Francisco José Santos
Saad, Maria Auxiliadora Nogueira
Souza, Antonio Augusto Peixoto de
Issue Date: 2018
Abstract: Introdução e Justificativa: A obesidade grau III (IMC ≥ 40 kg/m2) vem se tornando cada vez mais um problema de saúde pública no Brasil. Por ser a maioria da população brasileira e devido aos fatores relacionados a vida moderna, as mulheres são as mais afetadas por esta patologia. A obesidade grau III está relacionada com uma séria de agravos em saúde, entre eles a hipertensão, o diabetes e a dislipidemia, podendo levar à sequelas e até a morte. O tratamento pode ser realizado através de dietas controladas e mudança dos hábitos de vida. Porém, para o grupo com obesidade grau III, os resultados não são bons, necessitando de uma nova abordagem através de cirurgia para redução do estômago e um by pass intestinal. Objetivos: Avaliar o impacto da cirurgia para obesidade grau III na redução mantida do peso e comorbidade (hipertensão, diabetes e dislipidemia) após dois anos da realização da gastroplastia redutora e reconstrução em “Y-de-Roux” em pacientes do sexo feminino e comparar os resultados obtidos na população feminina com aqueles da população masculina submetidos a mesma cirurgia. Pacientes e Métodos: Foi realizado um estudo descritivo onde pacientes, que foram submetidos à gastroplastia redutora em Y-de-Roux, foram investigados para os resultados da perda de peso, hipertensão, diabetes e dislipidemia, após um período mínimo de 2 anos de cirurgia. Resultados: Dos 208 pacientes investigados, 75,98% eram mulheres. A perda de peso mantida após 2 anos foi de 82,05%. A remissão da hipertensão, diabetes e dislipidemia foi respectivamente de 60,53%, 81,82% e 77,27%. Para a variável dislipidemia, houve uma diferença estatística (p = 0,023) comparando-se os resultados da cirurgia entre homens e mulheres. Conclusão: A gastroplastia redutora em Y-de-Roux tem um índice de sucesso para perda de peso superior a 80%; há diminuição significativa das comorbidades; e dois anos após ser submetidos a cirurgia bariátrica, a remissão das comorbidades é semelhante para ambos os sexos, exceto para dislipidemia que neste estudo teve melhor resultado no sexo feminino
metadata.dc.description.abstractother: Introduction and justification: Morbid obesity has increasingly become a public health problem in Brazil. Because it is the majority of the Brazilian population and due to factors related to modern life, women are the most affected by this pathology. Morbid obesity is related to an em umber of health problems, including hypertension, diabetes and dyslipidemia, which can lead to sequelae and even death. Treatment can be performed through controlled diets and lifestyle changes. However, for the morbidly obese group, the results are not good, requiring a new approach through surgery to reduce the stomach and an intestinal bypass. Objective: To evaluate the impact of surgery for morbid obesity on sustained weight reduction and comorbidities (hypertension, diabetes and dyslipidemia) after two years of performing reductive gastroplasty and Roux-en-Y reconstruction in female patients and comparing the results obtained in the female population with those of the male population undergoing the same surgery. Patients and Methods: A descriptive study was conducted in which patients who underwent Roux-en-Y reductive gastroplasty were investigated for weight loss, hypertension, diabetes and dyslipidemia after a minimum of 2 years of surgery. Results: Of the 208 patients investigated, 75.98% were women. The weight loss maintained after 2 years was 82.05%. The remission of hypertension, diabetes and dyslipidemia were respectively 60.53%, 81.82% and 77.27%. For the variable dyslipidemia, there was a statistical difference (p = 0.023) comparing the results of the surgery between men and women. Conclusion: Reducing Roux-en-Y Gastric Bypass has a success rate for weight loss greater than 80%; there is a significant decrease in comorbidities; and two years after being submitted to bariatric surgery, remission of comorbidities is similar for both sexes, except for dyslipidemia that in this study had a better result in females
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7869
Appears in Collections:MESP-MI - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RICARDO SILVA GUIMARÃES DISSERTAÇAO.pdf437.5 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons