Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7903
Title: Estudo de prevalência de enteroparasitismo em crianças e moradores de duas comunidades carentes do município de Niterói-RJ
Authors: Belchior, Vera Lúcia Reis
metadata.dc.contributor.advisor: Xavier, Analucia Rampazzo
metadata.dc.contributor.advisorco: Rodrigues, Yara Leite Adami
metadata.dc.contributor.members: Soares, Rosa Leonôra Salermo
March, Maria de Fátima B. Pombo
Anjos, Débora Henrique da Silva
Issue Date: 2018
Abstract: As infecções por enteroparasitos são as mais antigas causas de óbitos, principalmente em crianças, sendo que os países em desenvolvimento apresentam a maioria dos casos das doenças parasitárias. A ingestão de água ou alimentos contaminados permanece como principal veículo de transmissão de enteroparasitos, porém, além destes, observa-se também contaminação em ambientes fechados, como creches, escolas, asilos e outros. As crianças, por possuírem hábitos higiênicos mais precários são as mais afetadas. O trabalho foi realizado em duas escolas que atendem comunidades carentes situadas em Niterói/RJ – Escola Madre Ângela, no bairro Pendotiba e Creche Comunitária Esperança em Cristo, em Piratininga. A técnica de Hoffmann, Pons & Janner e a de Willis foram empregadas para diagnóstico de enteroparasitos. De um total de 150 amostras fecais, 80 foram positivas para algum enteroparasito totalizando uma prevalência de 53,3%. Nas duas instituições, Blastocystis spp foi o enteroparasito mais prevalente, com mais de 30% de positividade em cada local. Outros protozoários também foram detectados em ambas instituições, porém com menor prevalência, como Endolimax nana (12,7%), Entamoeba coli (8,7%) e Giardia lamblia (6,7%). Poucas amostras continham nematoides e os poucos encontrados foram Enterobius vermicularis (1,3%) e Strongyloides stercoralis (1,3%) porém não foram detectadas infecções por ancilostomídeos. Através da técnica de Nested-PCR foi possível constatar a presença do material genético (Ácido Desoxirribunucleico - DNA) de E. histolytica em 07 amostras, de E. dispar em 12 amostras e em 02 amostras foram encontrados o DNA das duas espécies. Com base nos resultados acima, conclui-se que o enteroparasito mais prevalente em todas as amostras analisadas e Instituições foi o Blastocystis spp, e que a técnica da Reação em Cadeia da Polimerase mostrou ser mais sensível e específica para detecção e diferenciação da E. histolytica/E. dispar do que a coproscopia
metadata.dc.description.abstractother: Infections by enteroparasites are the oldest causes of death, especially to children, and less developed countries presents the majority of cases of parasitary diseases. The ingestion of contaminated food or water remains the main vehicle for the enteroparasites’ transmission. However, in addition to these, the contamination inside closed environments is also observed, such as day-care centers, schools, nursing homes and others. As children tend to have more precarious hygienic habits, they remain the most affected ones. This research was carried out inside two schools that serve poor communities located in Niteroi/RJ - Escola Madre Ângela, in the neighborhood Pendotiba and Creche Comunitária Esperança em Cristo, in Piratininga. The techniques of Hoffmann, Pons & Janner and Willis were used to diagnose the enteroparasites. From a total of 150 fecal samples, 80 positive for enteroparasites were found, with a prevalence of 53.3%. In both institutions, Blastocystis spp was the most prevalent enteroparasite, with more than 30% positivity in each site. Other Protozoans such as Endolimax nana (12.7%), Entamoeba coli (8.7%) and Giardia lamblia (6.7%) were also detected. A few samples contained nematodes and the few found were Enterobius vermicularis (1.3%) and Strongyloides stercoralis (1.3%). No ancylostomid infections were detected. Through the Nested-PCR technique, it was possible to verify the presence of the genetic material (DNA - Deoxyribonucleic Acid) of E. histolytica in 07 samples, of E. dispar in 12 samples and in 02 samples the DNA of the two species were found. In conclusion, Blastocystis spp were more prevalent protozoan in the analyzed samples and inside the two studied institutions, and the Polymerase Chain Reaction technique showed to be more sensitive and specific for detecting and distinguishing E. histolytica / E. dispar than coproscopy
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/7903
Appears in Collections:MESP-MI - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VERA LUCIA REIS BELCHIOR DISSERTAÇAO.pdf1.36 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons