Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8055
Title: Extensão de vida útil de dutos rígidos submarinos
Authors: Camargos, Paula Maria Nogueira
Oliveira, Victor Hugo Gagno
metadata.dc.contributor.advisor: Massa, André Luiz Lupinacci
metadata.dc.contributor.members: Nascimento, Elson Antônio do
Oliveira, Erica Vanessa Albuquerque de
Saad, Hugo Candiá
Issue Date: 30-Nov-2018
Citation: Camargos, Paula Maria Nogueira; Oliveira, Victor Hugo Gagno de.Extensão de vida útil de dutos rígidos submarinos. 2018. 87 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo)-Departamento de Engenharia Química e de Petróleo, Universidade Federal Fluminense, 2018.
Abstract: A indústria do petróleo no Brasil está entrando em uma nova fase, com campos marítimos em produção há mais de vinte anos, ainda possuindo potencial produtivo. Entretanto, será necessário reavaliar a integridade dos dutos submarinos em operação caso os operadores desejem continuar produzindo com esses ativos, visto que a maioria dos projetos preveem uma vida útil em média de trinta anos, tempo de contrato de um campo. Esse estudo de reavaliação da integridade para operar por mais tempo é chamado de avaliação de extensão de vida útil. O presente trabalho busca fazer uma análise qualitativa das principais publicações ligadas a extensão de vida útil em dutos rígidos submarinos, como regulações, normas e práticas recomendadas, tanto internacionais como brasileiras. Em seguida, foi realizada uma análise quantitativa do assunto, citando os principais mecanismos de falhas que podem ocorrer em um duto submarino e devem ser consideradas na extensão de vida útil. Por fim, todo o conhecimento foi aplicado em um estudo de caso, levando em consideração os principais requisitos observados na análise qualitativa e quantitativa. O estudo de caso faz uma análise da extensão de vida útil por mais cinco anos de três linhas rígidas, uma de injeção de gás e duas de produção com diferentes diâmetros. No final, concluiu-se que é possível a extensão das três linhas observadas nos critérios de corrosão interna, externa e fadiga.
metadata.dc.description.abstractother: The oil industry in Brazil is entering in a new phase, with maritime fields in production for more than twenty years, still possessing productive potential. However, it will be necessary to reassess the integrity of the submarine pipelines in operation if operators wish to continue producing with those assets, since most projects provide a 30-year average life span, time of a field contract. This integrity reassessment study to operate longer is called life extension assessment. The present work seeks to make a qualitative analysis of the main publications related to the life extension in submarine rigid pipelines, such as regulations, standards and recommended practices, both international and Brazilian. Then, a quantitative analysis of the subject is made, citing the main failure mechanisms that may occur in a submarine pipeline and should be considered in the life extension. To conclude, all the knowledge is applied in a case study, taking into account the main requirements observed in the qualitative and quantitative analysis. The case study makes an analysis of the life extension for another five years of three rigid lines, one being gas injection and two production lines with different diameters. At the end, it is concluded that the life of the three lines can be extended regarding the criteria of internal, external and fatigue corrosion.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8055
Appears in Collections:TGO - Trabalhos de Conclusão de Curso



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons