Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8151
Title: Eventos Culturais em Livrarias no Contexto da Plataforma Multicanal
Authors: Perete, Camila Porto Santana
metadata.dc.contributor.advisor: Moraes, Claudia C. A.
metadata.dc.contributor.members: Sento-Sé, Jurema Hughes
Issue Date: 22-Mar-2016
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: Com a profissionalização da cultura após a década de 1980, no Brasil, e o uso de novas linguagens, meios eletrônicos e inovações tecnológicas fez com que o mercado cultural assumisse um caráter múltiplo e singular, onde artistas e intelectuais participam de uma rede de comunicação ampla e plural. As livrarias, parte deste movimento, assumem outras funções além de vender livros e tornam-se espaços culturais multicanais e, muitas, investem para serem third space na vida das pessoas. Os eventos relacionados aos seus produtos passam a acontecer com mais frequência. Este artigo procurou responder ao questionamento por que e como as livrarias realizam estes eventos? Escolheu-se a rede de Livrarias da Travessa, na cidade do Rio de Janeiro para servir de exemplo de estudo. O objetivo constou-se em entender o porquê, como ocorrem e organizam eventos em livrarias pela ótica da teoria de planejamento e organização de eventos. Uma pesquisa de caráter experimental foi realizada em quatro eventos entre o final de Janeiro e o início de Fevereiro de 2016, em diferentes Livrarias da Travessa e uma entrevista em profundidade com os gestores dos eventos na livraria pesquisada. O resultado apontou que a participação em eventos para os leitores é uma oportunidade de estabelecer uma troca de informações, conhecer pessoas e prestigiar um autor e, também, apreciam eventos culturais. Pela entrevista com os responsáveis pode-se aferir que os eventos realizados pela Travessa seguem a teoria sobre o planejamento de eventos e os motivos pelo qual os realiza é porque atuam como facilitadores para as vendas e geradores de encontros e diálogos.
metadata.dc.description.abstractother: With the professionalization of culture after the 1980s, in Brazil, and the use of new languages, electronic and technological innovation has made the cultural market assumed a multiple and unique character, where artists and intellectuals take part in a wide communications network and plural. Bookstores, part of this movement, assume other functions in addition to selling books and become multi cultural and many invest to be third space in people's lives. The events related to your products start to happen more often. This article aims to answer the question why and how the libraries hold these events? It was chosen network Travessa’s Bookstores in the city of Rio de Janeiro to serve as an example to this academic study. The objective consisted in understanding why they occur and organize events in bookstores from the perspective of planning and organization theory of events. An experimental research was conducted in four events between late January and early February 2016 in different Travessa’s Bookstores and in-depth interviews with managers of the events in the research library. The results showed that participation in events for readers is an opportunity to establish an exchange of information, meeting people and honor an author and also enjoy cultural events. The interview with those responsible can assess the events held by Lane follow the theory of event planning and the reasons for which accomplishes is because they act as facilitators for sales and generating meetings and dialogues.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8151
Appears in Collections:GTH - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC - Camilla Porto Santana Perete.pdf915.25 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.