Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8167
Title: Anatomias da aprendizagem: a expertise em comunicação na formação médica a partir da fala em interação
Authors: Jácome, Alexandre José Pinto Cadilhe de Assis
metadata.dc.contributor.advisor: Gonçalves, José Carlos
metadata.dc.contributor.members: Ostermann, Ana Cristina
Oliveira, Maria do Carmo Leite de
Gago, Paulo Cortes
Daher, Maria Del Carmen
Pereira, Maria das Graças Dias
Savedra, Mônica
Issue Date: 2013
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: Este estudo tem como objetivo geral compreender de que modo o conhecimento explícito e tácito sobre a comunicação no trabalho em saúde é construído no contexto da formação profissional médica brasileira. Situa-se no âmbito da mudança educacional engendrada com a implementação de metodologias ativas de aprendizagem, de modo a corresponder a ordens interacionais e regimes de comunicação vigentes. Nesta situação de mudança, tem-se o Laboratório de Habilidades como um dispositivo para a construção da expertise em comunicação médica por parte de estudantes de um curso de Medicina no Rio de Janeiro, local onde a pesquisa foi realizada. Os dados foram gerados a partir da perspectiva qualitativa de pesquisa, através da microetnografia. Foram utilizados como instrumentos a gravação oral e a filmagem de atividades no cenário denominado pelos participantes como instrutoria. As gravações foram transcritas, e as análises tiveram como fundamentos conceitos da Análise da Conversa e da Sociolinguística Interacional, perspectivas que estabelecem ferramentas para análise da fala-em-interação. Como resultados, observo o processo de aprendizagem através dos enquadres interacionais de exposição, encenação e discussão entre docente e discentes, desenvolvidos no evento analisado. Em cada um, diferentes estratégias interacionais são estabelecidas, de modo a proporcionar o desenvolvimento de habilidades comunicativas pelos estudantes, para que estes desenvolvam uma prática clínica humanizada em seu futuro cenário profissional.
metadata.dc.description.abstractother: This study aimed at understanding the ways in which the granted and declared knowledge of work communication in health is built in the context of the education of the Brazilian medical profession. It is situated in the scenario of the educational change achieved with the implementation of active learning methodologies, in order to correspond to international demands and ruling communication regimes. In this situational change, the Skills Laboratory constitutes a mechanism for the construction of expertise in medical communication of medical students in the School of Medicine in Rio de Janeiro, where the research was carried. The data was generated in the perspective of qualitative research, through Microethnography. The instruments used were oral and visual recordings of the activities in the space denominated by the participants as instructorship. The recordings were transcribed and the analyses were based on concepts drawn from Conversation Analysis and from Interactional Sociolinguistics, perspectives which establish the tools for the analysis of speech-in-interaction. As results, we observe the learning process through the levels of exposing, enacting, and discussing between teachers and students that were carried out in the analyzed event. In each frame, different interactional strategies are established in order to enable the construction of a macrostructure of learning and to enable the development of communicative skills by the students, so that they may develop a humanized clinical practice in their future professional scenario.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8167
Appears in Collections:POSLING - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE_CADILHE_Final_2013.pdf2.58 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons