Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8245
Title: Comparação das doses de radiação para os pacientes nos exames de tomografia computadorizada em três serviços com equipamentos multidetectores de modelos diferentes
Authors: Ney, Mônica Silva Costa Janson
metadata.dc.contributor.advisor: Santos, Alair Augusto Sarmet Moreira Damas dos
metadata.dc.contributor.members: Lugon, Jocemir Ronaldo
Carvalho, Antonio Carlos Pires
Ciruffo, Paulo Afonso Dimas Rios
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: Introdução: A tomografia computadorizada (TC) revolucionou os estudos radiológicos possibilitando a investigação por imagem de regiões do corpo até então não visibilizadas pelos métodos convencionais. Estima-se que dentre os exames que utilizam radiação ionizante 10% são tomografias computadorizadas, contribuindo para cerca de 40 % da dose coletiva para a população. Atualmente a dose para o paciente e a dose coletiva resultantes de exames de tomografia constitui um problema de saúde pública em diversos países europeus e nos Estados Unidos. No Brasil, o número de tomógrafos instalados também vem crescendo progressivamente, porém o controle das doses de radiação para o paciente não é uma prática habitual no nosso meio, contribuindo para o aumento desnecessário na dose de exposição e, consequentemente, dos riscos associados. Objetivo: Comparar a dose de radiação para o paciente em exames de TC em três instituições hospitalares de nível terciário com equipamentos multidetectores de marcas e modelos diferentes, a partir das doses efetivas médias em cada tipo de exame nos equipamentos disponíveis. Materiais e Métodos: Estudo retrospectivo, descritivo, através da análise das doses de radiação para o paciente nos exames de crânio, tórax e abdome/pelve, a partir do valor do produto comprimento-dose e da medida da dose efetiva para cada exame. O estudo foi feito nos equipamentos: A de 40 canais; B de 64 canais; e C de 64 canais. A análise estatística foi realizada através dos testes t para amostras independentes, de comparações múltiplas (ANOVA) e post-hoc com correção de Bonferroni (valor de p < 0,05 como significante). Resultados: A amostra foi composta por 4.821 exames, tal que 1.590 eram de crânio, 1.141 de tórax e 2.090 de abdome/pelve. As doses efetivas encontradas foram significativamente diferentes para cada equipamento, exceto para os A e C, especificamente no exame de tórax, que não houve diferença significativa (p=0,7148). Conclusão: O presente estudo identificou variações significativas, exceto nos exames de tórax, nas doses efetivas médias para os pacientes entre os diferentes equipamentos para um mesmo tipo de exame
metadata.dc.description.abstractother: Introduction: Computed tomography (CT) revolutionized radiological studies enabling the imaging investigation of body regions until then not visualized by conventional methods. It is estimated that among the tests using ionizing radiation, 10% are CT scans, contributing to about 40% of the collective dose to the population. Currently the dose to the patient and the collective dose resulting from CT scans is a public health problem in several European countries and the United States. In Brazil, the number of installed CT scanners is also growing steadily, but the control of radiation dose to the patient is not a common practice in our country, contributing to unnecessary increase in exposure dose and associated risks. Objective: To compare the radiation dose to the patient in CT scans in three tertiary hospitals with different brands and models of multidetector equipments, from the average effective doses for each type of examination of the available equipments. Materials and Methods: A retrospective, descriptive study, through the analysis of radiation dose to the patient in the head, chest and abdomen / pelvis scans, from the value of the length-dose product and measure the effective dose for each examination. The study was done in equipment: A - 40 channels; B - 64 channels; and C - 64 channels. Statistical analysis was performed using the t test, multiple comparisons (ANOVA) and post-hoc Bonferroni correction (p-value <0.05 was considered significant). Results: The sample consisted of 4,821 scans, such that 1,590 were head, 1,141 chest and 2,090 abdomen / pelvis. The effective doses found were significantly different for each device, except for the A and C, specifically in the examination of the chest, where there were no significant difference (p-value = 0.7148). Conclusion: This study identified significant variations, except in chest examinations, in the average effective doses for patients among different equipments for the same type of examination
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8245
Appears in Collections:PPGCM - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_Monica_Silva.pdf797.29 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons