Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8294
Title: A prevenção e o controle das infecções relacionadas à assistência à saúde: uma reflexão sobre o conhecimento dos acadêmicos de Enfermagem
Authors: Costa, Bruna Dutra da
metadata.dc.contributor.advisor: Andrade, Marilda
metadata.dc.contributor.members: Andrade, Marilda
Rembold, Simone Martins
Carvalho, Laura da Silva Coimbra de
Issue Date: 2013
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Costa, Bruna Dutra da. A prevenção e o controle das infecções relacionadas à assistência à saúde: uma reflexão sobre o conhecimento dos acadêmicos de Enfermagem. 2013. 78 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, 2013.
Abstract: As Infecções Relacionadas a Assistência à Saúde (IRAS), constitui-se como um tema novo e de grande importância para uma assistência adequada tanto aos pacientes que sofrem uma internação, quanto para aqueles que são simplesmente submetidos a procedimentos invasivos, em qualquer nível da atenção em saúde. De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA, 2008), estima-se que de 6 % a 15% dos pacientes internados em hospitais contraem um episódio de infecção. Podemos observar que o conhecimento sobre as práticas de controle das infecções hospitalares é de grande importância para a formação do enfermeiro e esta deve começar desde a graduação. Sendo assim os objetivos desta pesquisa são: identificar o conhecimento dos acadêmicos de enfermagem do 4º ao 9º período, sobre a prevenção e o controle das IRAS; e descrever a construção do conhecimento sobre prevenção e controle das IRAS na aquisição de competências na formação do acadêmico de enfermagem. Trata-se de uma pesquisa descritiva exploratória, com abordagem quantiqualitativa. O estudo teve como espaço de pesquisa a Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, da Universidade Federal Fluminense, instituição federal, localizada na cidade de Niterói, no Estado do Rio de Janeiro. Os sujeitos deste estudo foram alunos do Curso de Graduação em Enfermagem e Licenciatura, que estavam devidamente matriculados no primeiro semestre do ano de 2012, cursando do quarto ao nono período, sendo excluído por falta de voluntários o sétimo período. O tamanho da amostra estudada foi de 45 sujeitos. O método escolhido para se coletar os dados, foi através da aplicação de questionários, contendo questões abertas e fechadas sobre infecção hospitalar e suas vertentes. Os dados quantitativos foram analisados conforme a sua natureza, e discutidas à partir da estatística descritiva. Já os dados qualitativos foram analisados à partir da técnica de análise de conteúdo. Caracterizando os sujeitos do estudo, houve a evidenciação de uma grande variação de idades entre 19 e 28 anos. Outro dado encontrado é a maior prevalência do sexo feminino no estudo. Identificamos também através da análise quantitativa dos questionários, onde o sim correspondia a respostas positivas com relação ao conhecimento sobre infecção hospitalar (IH), e o não correspondia negativamente sobre o conhecimento do assunto. Observou-se que o 5º período obteve a maior porcentagem de respostas positivas, um total de 90%. Ficando o 8º período com a menor porcentagem de respostas positivas, um total de 76%, consequentemente com o maior quantitativo de respostas negativas, 15%. Foi obtido um grande quantitativo de respostas positivas no geral, 82% das respostas. Isso significa que os sujeitos demonstram de forma empírica, ou seja, quantitativamente falando, conhecimento satisfatório sobre IH. Foram elaborados quadros, que tiveram como objetivo a análise do conteúdo expresso pelos sujeitos com relação ao seu conhecimento sobre IH; as disciplinas mais citadas que abordam o tema durante a graduação; e as expressões mais significativas dos sujeitos quanto ao seu nível de conhecimento sobre IH. Observou-se que todos os períodos analisados estão ligado ao que estudam na atualidade. Mostrando que o conhecimento global é perdido durante os períodos, ou melhor dizendo ele é modificado. O conhecimento está sendo abordado durante o curso de graduação em enfermagem, de maneira fragmentada, impossibilitando desta forma que os alunos acumulem conhecimentos de forma gradual e interligada. Portanto podemos concluir que, o ensino desta temática considerada tão importante, está sendo pouco abordada durante a graduação, segundo os sujeitos pesquisados, sendo consequentemente impedido o processo gradual da construção do conhecimento.
metadata.dc.description.abstractother: The Infections Related to Healthcare (IRHC) comprises a new topic of great importance for adequate assistance either to patients suffering from hospitalization or those who undergo invasive procedures, at any level of health care. According to the National Health Surveillance Agency (ANVISA, 2008), it is estimated that 6% to 15% of hospital patients have an episode of infection. We can note that the knowledge of the practices for controlling hospital infections is of great importance to the professional training of nurses and it should start from graduation. Thus, this research aims at: identifying the knowledge of nursing students from the 4th to 9th period on the prevention and control of IRHCs; and describing the construction of knowledge on the prevention and control of IRHCs in the acquisition of skills during the professional training of nursing students. It refers to a descriptive exploratory research with a quantitative and qualitative approach. The study had as a place for research the Nursing School Aurora Afonso Costa, of the Federal Fluminense University (UFF), a federal institution located in the city of Niterói, State of Rio de Janeiro. The participants in this study were students of the Undergraduate Course on Nursing, who were duly enrolled in the first semester of 2012, attending from the fourth to the ninth period, being excluded the seventh period due to the lack of volunteers. The sample studied consisted of 45 people. The method chosen to collect data was through the application of questionnaires containing open and closed questions about hospital infection and its variations. The quantitative data were analyzed according to their nature and discussed using the descriptive statistics method. The qualitative data were analyzed using the technique of content analysis. Regarding the characteristics of the individuals who participated in the study, there was a wide range of ages between 19 and 28 years-old. Another fact identified was the prevalence of women in the study. The quantitative analysis of the questionnaires was also used, in which ‘yes’ referred to positive answers regarding the knowledge of hospital infection (HI), and ‘no’ referred to negative answers regarding the knowledge of the subject. It was observed that the 5th period had the highest percentage of positive answers, which corresponded to 90%. On the other hand, the 8th period showed the lowest percentage of positive answers, which corresponded to 76%, hence the highest number of negative answers, 15%. In general, we obtained a large number of positive answers, 82% of them. It means that the individuals empirically show, that is, quantitatively speaking, satisfactory knowledge of HI. Frameworks were developed, which aimed at analyzing the content expressed by the individuals regarding their knowledge on HI; the subjects most mentioned that addressed the topic during graduation, and the most significant expressions of the individuals concerning their level of knowledge on HI. It was observed that all the periods analyzed are connected to the one being currently studied,showing that the global knowledge is wasted along the periods, or rather, that it is modified. The knowledge have been addressed during the undergraduate course on nursing in a fragmented way, thus preventing students form accumulating knowledge in a gradual and interconnected way. Therefore, we can conclude that the teaching of this subject, which is so important, has been poorly addressed during graduation, according to the participants of the research, thus preventing the gradual process of knowledge construction.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8294
Appears in Collections:EEAAC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC Bruna Dutra da Costa.pdf550.81 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.