Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8296
Title: Gestação e paternidade: a enfermagem na atenção à saúde dos homens
Authors: Barbosa, Viviane Quintana
metadata.dc.contributor.advisor: Ferreira, Helen Campos
metadata.dc.contributor.members: Ferreira, Helen Campos
Abreu, Aldira Samantha Garrido Teixeira
Vieira, Bianca Dargam Gomes
Issue Date: 2012
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Barbosa, Viviane Quintana. Gestação e paternidade: a enfermagem na atenção à saúde dos homens. 2012. 48f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, 2012.
Abstract: Historicamente, em nossa sociedade, o homem não participava do processo e evolução da gravidez de sua companheira/mulher. Contudo, o atual contexto social vem, cada vez mais, inserindo e desenhando para o homem possibilidades de entender e atuar no processo gestacional para cuidar da mulher e do bebe e, participar ativamente no parto e nascimento. Tal possibilidade se insere no conceito de saúde reprodutiva que indica aos profissionais entendimentos do homem como participante do processo gestacional. Então, questionou-se ao homem se não gostaria de receber orientação sobre este processo para tornar-se coadjuvante no parto e nascimento. Assim, estabeleceram-se os objetivos: conhecer como os homens/companheiros vivenciam os processos gestacionais de suas mulheres/companheiras, enfatizando as possibilidades da atuação do enfermeiro no sentido de facilitar a participação dele no cuidado à mulher e ao bebê; identificar de que forma é realizada a participação do homem/companheiro no período gestacional; listar quais fatores são apontados como facilitadores ou limitantes na participação do homem no acompanhamento pré-natal; verificar as semelhanças e diferenças existentes em suas vivências junto às mulheres que norteiem práticas assistenciais para a família expectante e propor ações de enfermagem que proporcionem maior integração do homem/companheiro à mulher no período gestacional, favorecendo o parto e nascimento. Para estudar-se o objeto da pesquisa - as ações que a enfermagem pode realizar junto ao homem/companheiro que vivencia o processo gestacional da mulher/companheira, visando o parto e nascimento, optou-se por realizar estudo descritivo, de abordagem qualitativa realizada por meio de entrevista semi-estruturada com dezoito pais que se encontravam no setor do Alojamento Conjunto, da maternidade Municipal Alzira Reis. Como resultado constatou-se: ausência da assistência á saúde do homem durante o período gestacional; as vivências paternas do processo gestacional se mostraram singulares; há desvalorização por parte dos profissionais no incentivo e busca da saúde reprodutiva para o casal; como consenso verificou-se o desejo deles em estarem junto às mulheres mas impedidos pelo sistema de atenção ao pré-natal; não há aproveitamento do processo gestacional para atenção à saúde do homem durante as consultas e reforça-se as questões de gênero no cotidiano assistencial. A enfermagem pode ajudar o homem/companheiro a vivenciar a paternidade durante a gestação enfocando a saúde do homem nas consultas pré-natal, aproximando-o mais do desenvolvimento do cuidado de si mesmo, da mulher e do bebê, introduzindo-o no cuidado humano com outro enfoque.
metadata.dc.description.abstractother: Historically, in our society, the man did not participate in the process and outcome of pregnancy of his partner / wife. However, the current social context is, increasingly, inserting and drawing possibilities for humans to understand and act in the gestational process to take care of women and drink, and actively participate in the labor and birth. This possibility fits into the concept of reproductive health professionals that indicates understanding of man as a participant in the gestational process. So, wondered if the man would not want to receive guidance on this process to become an adjunct in the labor and birth. Thus, the objectives were established: to know how men / partners experience the processes of pregnancy of their wives / partners, emphasizing the possibilities of the role of a nurse in order to facilitate his participation in the care of women and the baby; identify how participation is made of man / partner during pregnancy; list which risk factors are facilitating or limiting the participation of men in prenatal care; checking the similarities and differences in their experiences with women that guide care practices for the family expectant and nursing actions proposing to provide greater integration of man / partner to the woman during pregnancy, favoring labor and birth. To study is the object of research - the actions that nurses can perform with the human / companion who experiences the process of gestational wife / partner, labor and birth order, it was decided to conduct a descriptive study, conducted by a qualitative approach through semi-structured interviews with eighteen parents who were in the accommodation sector of the Joint Municipal Maternity Alzira Kings. As a result it was found: the absence of assistance to the health of men during pregnancy, parental experiences of the gestation process proved to be unique, there is devalued by professionals in promoting reproductive health and search for the couple, as there was consensus their desire to be with women but prevented by the care system to prenatal care, there is no use of the gestation process for health care of man during consultations and reinforces gender issues in everyday care. The nurse can help the man / partner to experience fatherhood during pregnancy focusing on human health, prenatal care, toward the development of more care of himself, his wife and baby, inserting it into the human care with another approach.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8296
Appears in Collections:EEAAC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC Viviane Quintana Barbosa.pdf283.21 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.