Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/832
Title: Avaliação da estimulação cognitiva para o idoso com demência de Alzheimer realizada pelo cuidador no domicílio : uma tecnologia de cuidado em enfermagem
Authors: Cruz, Thiara Joanna Peçanha da
metadata.dc.contributor.advisor: Sá, Selma Petra Chaves
metadata.dc.contributor.members: Caldas, Célia Pereira
Valente, Geilsa Soraia Cavalcanti
Camara, Vilma Duarte
Issue Date: 2011
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Cruz, Thiara Joanna Peçanha da. Avaliação da estimulação cognitiva para o idoso com demência de Alzheimer realizada pelo cuidador no domicílio: uma tecnologia de cuidado em enfermagem. 2011. 148 f. Dissertação (Mestrado em Ciências do Cuidado em Saúde)- Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Niterói, 2011
Abstract: O objeto deste estudo é a estimulação cognitiva realizada pelo cuidador do idoso com doença de Alzheimer, levando à seguinte questão de pesquisa: “quais as influências da estimulação cognitiva no idoso com doença de Alzheimer (DA) realizada pelo cuidador em domicílio?" O estudo parte do pressuposto de que “existe uma diferença no resultado dos testes de cognição quando os idosos são estimulados esporadicamente e quando eles são estimulados continuamente no domicílio pelo cuidador”. Dessa forma têm-se como objetivos: Analisar a influência da estimulação cognitiva no domicílio realizado, diariamente pelo cuidador de idosos com DA; Implementar um programa de estimulação cognitiva, voltado para o desenvolvimento de atividades de vida diária do idoso com DA, realizado pelo cuidador em domicílio; Conhecer a influência da intervenção cognitiva voltada para o desenvolvimento de atividades de vida diária do idoso no domicílio pelo cuidador. Para a aplicação da estratégia foi utilizado o método de estudo de caso. Os sujeitos foram cinco idosos com DA e seus cuidadores participantes das oficinas terapêuticas realizadas no Programa “Enfermagem na Atenção a Saúde do Idoso e seus Cuidadores” da Universidade Federal Fluminense, no centro de Niterói - RJ. As etapas de desenvolvimento da pesquisa foram: palestra de orientação com os cuidadores, seleção dos idosos e cuidadores; abordagem dos sujeitos em domicílio, encontro em domicílio do profissional com o idoso e cuidador e reaplicação dos testes de mês em mês para acompanhamento da função cognitiva do idoso. E os resultados desse estudo, principalmente no que se refere ao teste do MEEM no domínio de orientação temporal e espacial, contrapõem os dados propostos em literatura. Foi possível identificar, após a introdução das atividades de estimulação cognitiva em domicílio, um aumento no escore do MEEM, muito significativo para o idoso com DA evidenciando a importância de motivar a prática da estimulação de forma contínua, neste caso estendida em domicílio com a participação do cuidador. Identificou que os cuidadores sendo a maioria, mulheres e ao mesmo tempo responsáveis por organizar todo o lar, apresentaram dificuldades em incluir mais uma tarefa, neste caso, a estimulação cognitiva, em suas atividades diárias. Foi possível notar que o próprio cuidador percebeu que tal estratégia foi benéfica para o idoso. Também foi possível notar que a atenção do cuidador redobrou para a detecção precoce de dependências no idoso. E ao final pode-se perceber um compromisso com tal estratégia aplicada por parte do cuidador. Os referenciais teóricos de Merhy, junto ao de Paterson e Zderad foram úteis tanto para introduzir a prática de estimulação cognitiva em domicílio pelos cuidadores, quanto na construção do conhecimento referente ao tema deste estudo. Os idosos através dos cuidadores que participaram desta pesquisa puderam ser beneficiados com a implantação desta estratégia, pois este trabalho contribuiu para melhorar a compreensão dos cuidadores em relação à importância em dar continuidade à atividade iniciada nas oficinas terapêuticas e, assim realizar um plano de cuidados de estimulação cognitiva em domicílio. Conclui-se que está estratégia pode ser considerada como uma tecnologia leve do cuidado de enfermagem para idosos com demência e que necessita de maiores aprofundamentos e implementação contínua para os idosos com tal patologia
metadata.dc.description.abstractother: The object of this study is the “cognitive stimulation realized by the elderly´s caregiver with Alzheimer´s disease”, leading to the following research question:“ which are the influences of the cognitive stimulation in the elderly with Alzheimer´s disease (DA) realized by the caregiver at home? The study makes the assumption that “there is a difference in the result of the cognition tests when the elderly are stimulated sporadically and when they are stimulated continuously at home by the caregiver”. Thus it has as objectives: To analyze the influence of the cognitive stimulation at home realized, everyday by the elderly ´s caregiver with DA; To implement a program of cognitive stimulation, addressed to the development of daily activities of the elderly with DA, realized by the caregiver at home; To know the influence of the cognitive intervention addressed to the development of elderly´ s daily activities at home by the caregiver. To the implementation of the strategy the case study method was used. The subjects were five elderly with DA and theirs caregivers participant of the therapeutic workshops realized in the Program “Nursing in the Attention to Elderly´ s Health and theirs Caregivers” of the Federal Fluminense University, in the center of Niterói-R.J. The stages of the research development were: lecture for orientation with the caregivers, elderly and caregivers´ selection; subjects´ approach at home, meeting at home of the professional with the elderly and caregiver and reimplementation of the tests each month for monitoring of the elderly´ s cognitive function. And the results of this study, mainly in that regarding the MEEM test in the field of time and spatial orientation, oppose the data proposed in literature. It was possible to identify, after the introduction of the cognitive stimulation activities at home, an increase in the MEEM score, very significant for the elderly with DA evidencing the importance of motivating the stimulation practice in a continuous form, in this case extended at home with the caregivers participation. It was identified that the caregivers being the majority, women and at the same time responsible for organizing all the home, presented difficulties in including more one task, in this case, the cognitive stimulation, in their daily activities. It was possible to notice that the own caregiver perceived that such strategy was beneficial for the elderly. It was also notice that the attention to the caregiver doubled for the precocious detection of dependences in the elderly. And at last it could perceive a commitment with such strategy applied by the caregiver. The Merhy and Paterson and Zderad´ s theoretical references were useful both to introduce the cognitive stimulation practice at home, and in the construction of the knowledge referent to the theme in this study. The elderly through the caregivers who participated of this research could be beneficed with the implantation of this strategy, once this work contributed to improve the caregivers´ s understanding regarding the importance in continuing the activity initiated in the therapeutic workshops and, thus realize a care plan of cognitive stimulation at home. It concluded that this strategy can be considered a soft technology of the nursing care for elderly with dementia and that needs of more continuous deepening and implementation for the elderly with such pathology
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/832
Appears in Collections:PACCS - Dissertações - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Thiara Joanna Peçanha da Cruz.pdf3.15 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.