Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/838
Title: Prática educativa junto aos familiares de lactentes com doenças respiratórias: estudo descritivo-exploratório
Authors: Guimarães, Márcia Valéria Ratto
metadata.dc.contributor.advisor: Teixeira, Enéas Rangel
metadata.dc.contributor.members: Tocantins, Florence Romijn
Aguiar, Rosane Cordeiro Burla de
Issue Date: 2014
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Guimarães, Márcia Valéria Ratto. Prática educativa junto aos familiares de lactentes com doenças respiratórias: estudo descritivo-exploratório. 2014. 140 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Enfermagem Assistencial)-Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2014
Abstract: A pesquisa aborda a prática educativa do enfermeiro na consulta de enfermagem aos familiares de lactentes com doenças respiratórias. Objetivos: conhecer as concepções de familiares sobre cuidados aos lactentes com doenças respiratórias a partir da prática educativa do enfermeiro visando à elaboração de prática educativa em sala de espera; descrever a concepção do familiar sobre os cuidados aos lactentes a partir da prática educativa do enfermeiro; discutir as concepções dos familiares acerca do cuidado ao lactente com doença respiratória, estabelecendo sua articulação com a prática educativa do enfermeiro na perspectiva da autonomia no cuidado e; elaborar uma prática educativa para ser utilizada em sala de espera. Referencial teórico pautado na pedagogia da autonomia de Paulo Freire. Métodos: pesquisa exploratória descritiva, qualitativa, desenvolvido no ambulatório de pediatria de um hospital universitário do estado do Rio de Janeiro, entre agosto de 2012 e junho de 2014. Os participantes da pesquisa foram mães dos lactentes com problemas respiratórios recorrentes, que tinham recebido orientação específica do enfermeiro sobre cuidados durante as manifestações das doenças respiratórias. Os dados foram coletados por entrevista semiestruturada e tratados por análise de conteúdo do tipo temática. Resultados e discussão: Emergiram três categorias: Concepção de cuidar e saberes familiares sobre sinais e sintomas respiratórios; Prática de cuidados e vivências dos familiares no cuidado ao lactente após a orientação do enfermeiro; Prática educativa na consulta de enfermagem como estratégia para favorecer a autonomia dos familiares no cuidado. O cuidar foi associado aos cuidados de manutenção da vida, afetividade, direito, dever e proteção para com seus lactentes. As mães demonstraram conhecimentos acerca da identificação dos sinais e sintomas respiratórios bem como dos sinais de alarme. A prática de cuidados aos lactentes era pautada em cuidados de manutenção da vida, com adoção de medidas de controle ambiental e de reparação, com a prevalência da automedicação. A prática educativa foi considerada de extrema importância para novos aprendizados e a consulta de enfermagem foi considerada como um momento de acolhimento, diálogo e reflexão. Conclusão: A consulta de enfermagem foi valorizada pelas mães como espaço de diálogo. Elas perceberam mudanças conscientes em seu cotidiano, que reduziram os problemas respiratórios dos lactentes. A prática educativa realizada em uma vertente dialógica aproximou as mães dos enfermeiros, favorecendo o processo ensino-aprendizagem, em que as mães manifestaram suas indagações, angústias e queixas. Entretanto, alguns problemas enfrentados pelos familiares são decorrentes de suas condições de vida e da dificuldade de acesso aos serviços da saúde em situações de urgência, requerendo aprofundamento de discussões em outros espaços. O produto desta pesquisa é a instituição da sala de espera como espaço para compartilhar saberes e promover saúde. Esta proposta pretende desenvolver uma prática educativa consoante aos temas emergidos na pesquisa e aos de interesse dos usuários, com vistas à ampliar as discussões, melhorar a comunicação entre enfermeiro e familiares de lactentes, estimulando sua autonomia no cuidado, na prática cotidiana, e o exercício de cidadania
metadata.dc.description.abstractother: The research discusses the educational practice of nurses in nursing consultation to families of infants with respiratory diseases. Aims: To learn the concepts of family about care for infants with respiratory diseases from educational nursing practice aiming at the elaboration of educational practice in the waiting room; describe the understanding of the family about the care of infants from the educational practice of the nurse; discuss the conceptions of the family regarding the care to infants with respiratory disease, establishing its joint with educational practice of the nurses from the perspective of autonomy of care; develop an educational practice to be used in the waiting room. Theoretical framework grounded in the pedagogy of Paulo Freire autonomy. Methods: It is a descriptive exploratory qualitative research, developed at the pediatric clinic of a university hospital in the state of Rio de Janeiro, between August 2012 and June 2014. Survey participants were mothers of infants with recurrent respiratory problems, who had received specific orientation of nurses about care during demonstrations of respiratory diseases. The technique for data collection was a semi-structured interview, and for the treatment of the data, the analysis of thematic content. Results and discussion: three categories emerged: Conception of care and family knowledge about respiratory signs and symptoms; Care practice and experiences of family members in the care for the infant after the guidance of the nurse; Educational practice in nursing consultation as a strategy to promote the autonomy of the family in care. The care was associated with maintenance of life care, affection, right, duty and protection to their infants. Mothers demonstrated knowledge about the identification of respiratory signs and symptoms and recognition of warning signs. The practice of care to infants was grounded in care of the maintenance of life, with the adoption of environmental control measures and repair, with the prevalence of self-medication. Educational practice was considered extremely important for new learning and nursing consultation was regarded as a moment of acceptance, dialogue and reflection. Conclusion: The nursing consultation was valued by mothers as a dialogic space. They realized conscious changes in their daily lives, which reduced the respiratory problems of infants. Educational practice held in a dialogical aspect approached nurses and mothers, favoring the teaching-learning process, from the opportunity of these mothers express their questions, worries and complaints. However, some problems faced by families are due to their living conditions and poor access to health services in emergency situations, requiring deepening of discussions in other spaces. The product of this research is the establishment of the waiting room as a place to share knowledge and promote health. This proposal aims to develop an educational practice according to themes emerged in the research and of interest to users, in order to broaden the discussion, improve communication between nurses and families of infants, stimulating autonomy in care, in everyday practice and exercise citizenship
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/838
Appears in Collections:MPEA - Dissertações - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MÁRCIA VALÉRIA RATTO GUIMARÃES.pdf1.07 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.