Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8386
Title: Componentes da síndrome metabólica e taxa de filtração glomerular estimada com base na creatinina e/ou cistatina C em adultos jovens: uma questão de gênero?
Authors: Avelar, Thalia Medeiros Tito
metadata.dc.contributor.advisor: Almeida, Jorge Reis
metadata.dc.contributor.advisorco: Andrade, Patrícia de Fátima Lopes de
metadata.dc.contributor.members: Cardoso, Claudete Aparecida Araújo
Xavier, Analucia Rampazzo
Souza, Edison Régio de Moraes
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: A síndrome metabólica (SM) é caracterizada por um conjunto de fatores de risco cardiometabólicos incluindo obesidade, hipertensão, hiperglicemia e dislipidemia, e está fortemente associada ao acometimento cardiorrenal. A doença renal crônica é usualmente assintomática nos estágios iniciais, o que torna o diagnóstico precoce extremamente importante. Estimativas da taxa de filtração glomerular (e-TFG) têm sido realizadas através de equações baseadas nos níveis séricos de creatinina (Cr) e/ou cistatina C (CysC) e, diversos autores têm preferido a utilização da fórmula combinada (e-TFGCr-CysC), já esta estimativa minimiza os fatores extra-renais que podem alterar as concentrações de Cr e CysC. Sabe-se que a transição entre a adolescência e a vida adulta acarreta em diversas mudanças na rotina que podem contribuir para o aumento do risco de desenvolvimento de doenças crônicas. Apesar da grande atenção dada na literatura quanto à presença dos fatores desencadeantes da SM relacionados ao acometimento renal, poucos são os estudos que elucidam tais correlações na população adulta jovem. Para avaliar riscos precoces no adulto jovem envolvendo SM e função renal, este trabalho objetiva identificar correlações entre e-TFG baseadas na Cr e/ou CysC com componentes da SM em adultos jovens, de acordo com o gênero. Trata-se de um estudo de corte transversal, onde adultos jovens universitários com idades entre 18 e 30 anos foram pareados segundo o gênero, coincidindo intervalos de idades de um ano; e segundo as mesmas faixas de índice de massa corporal (IMC). Todos os indivíduos foram submetidos à avaliação clínica e coleta de sangue para dosagens laboratoriais. A SM foi classificada de acordo com os critérios diagnósticos da Joint Interim Statement. A e-TFG foi estimada através de equações da Chronic Kidney Disease Epidemiology Collaboration, (e-TFGCr; e-TFGCysC; e-TFGCr-CysC). Foram avaliados 78 indivíduos com média de idade de 24,5 anos (± 2,8), onde cerca de 70% destes apresentou pelo menos um dos componentes de SM, a qual teve incidência global de 10,3%, sendo maior no gênero masculino (15,4% vs. 5,1%). Como grupos, não se observou diferenças significativas entre os gêneros para a e-TFG, independente das fórmulas utilizadas. Contudo, ao se realizar estudos de regressão linear, observou-se correlações significativas (Pearson; p < 0,05) entre a e-TFG e os marcadores metabólicos somente na população masculina. Além disso, nessa mesma população, foi observada uma associação significativa entre o aumento do número de componentes da SM e o decaimento da e-TFGCr e e-TFGCr-CysC (zero vs. dois ou mais componentes, ANOVA, p < 0,05). O decaimento da e-TFG, associado à presença de componentes da SM e à resistência insulínica em indivíduos adultos jovens masculinos pode representar um risco específico preocupante e indicar que estudos mais detalhados sejam necessários para o melhor entendimento de tais achados
metadata.dc.description.abstractother: Metabolic syndrome (MS) is characterized by a set of cardiometabolic risk factors including obesity, hypertension, hyperglycemia and dyslipidemia, and is strongly associated with cardiorenal involvement. Chronic kidney disease is usually asymptomatic in the early stages, which makes early diagnosis extremely important. Glomerular filtration rate estimation (e-GFR) have been performed according to equations based on serum levels of creatinine (Cr) and/or cystatin C (CysC), and several authors have preferred the use of combined formula (e-TFGCr-CysC), since this estimation minimizes the extrarenal factors, which can alter Cr and CysC concentrations. It is known that transition between adolescence and adulthood results in several changes in routine that may contribute to increasing risk for chronic diseases. Despite the great attention in the literature about the presence of triggering MS factors related to renal involvement, there are few studies that elucidate these correlations in young adult population. To evaluate early risks in young adults involving MS and renal function, this work aims to identify correlations between e-GFR based on Cr and/or CysC with MS components in young adults, according to gender. This is a cross sectional study, where young university adults aged between 18 and 30 were matched by gender, coinciding one year age ranges; and according to the same body mass index ranges. All subjects underwent clinical evaluation and blood sampling for laboratory measurements. MS was determined according to the Joint Interim Statement diagnostic criteria. The e-GFR was estimated using Chronic Kidney Disease Epidemiology Collaboration equations (e-GFRCr; e-GFRCysC; e-GFRCr-CysC). Seventy-eight subjects were evaluated, which presented a mean age of 24.5 years (± 2.8); 10.3% had MS, with higher incidence among males (15.4% ♂ vs. 5.1% ♀). Elevated waist circumference (WC) was the MS component most observed (50% of cases). Significant correlations (Pearson; p < 0.05) between e-GFR and metabolic markers were observed only in male population. In addition, a significant association between the increase of MS components and the decay of e-GFRCr and e-GFRCr-CysC (zero vs. two or more components, ANOVA, p <0.05) only among males was observed. e-GFR decay associated with components of MS presence and insulin resistance in young male adults could represent a worrying specific risk and indicate that further studies are needed to better understand these findings
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8386
Appears in Collections:PPGCM - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_Thalia Medeiros.pdf1.26 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons