Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8450
Title: Consumo alimentar de gordura saturada, açúcar de adição e indicadores de resposta glicêmica e sua associação com marcador bioquímico da insuficiência cardíaca em uma população assistida pelo programa médico de família do município de Niterói – Rio de Janeiro, Brasil
Authors: Cardoso, Luciana Guerra
metadata.dc.contributor.advisor: Yokoo, Edna Massae
metadata.dc.contributor.members: Yokoo, Edna Massae
Pereira, Rosângela Alves
Gismondi, Ronaldo Altenburg Odebrecht Curi
Rosa, Maria Luiza Garcia
Issue Date: 2018
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE
Citation: CARDOSO, Luciana Guerra. Consumo alimentar de gordura saturada, açúcar de adição e indicadores de resposta glicêmica e sua associação com marcador bioquímico da insuficiência cardíaca em uma população assistida pelo programa Médico de Família do município de Niterói – Rio de Janeiro, Brasil. 2018. 90 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2018.
Abstract: INTRODUÇÃO: A alimentação tem demonstrado possuir relação com a insuficiência cardíaca e seus fatores de risco. Entretanto, a relação, mais especificamente, entre as características da dieta habitual dos indivíduos e o peptídeo natriurético tipo-B (BNP), um biomarcador precoce das alterações sofridas pelo coração, ainda não foi amplamente explorada pela literatura. OBJETIVO: Analisar a associação entre a ingestão de gordura saturada e de açúcar de adição; além da relação entre o índice glicêmico (IG) e a carga glicêmica (CG) da dieta, com os valores de BNP. MÉTODOS: Dados do DIGITALIS, estudo transversal com população de ambos os sexos, de 45 a 99 anos, assistida pelo Programa Médico de Família da prefeitura de Niterói, RJ – Brasil. Integraram o presente estudo indivíduos com informações sobre ingestão alimentar, avaliada através de questionário de frequência alimentar, e dosagem do BNP, realizada pelo método da quimioluminescência. Foi utilizada regressão gama com link de log para as variáveis de interesse ajustadas para: sexo, idade, índice de massa corporal, cor da pele, escolaridade, presença de hipertensão e diabetes mellitus, valor energético total e, no caso do IG e da CG, inclusive para as fibras. Foram considerados significativos os valores de p≤0,05. RESULTADOS: 414 participantes, com média de idade de 58,6 anos (+ 9,5), sendo 63% mulheres e 25% negros. O valor médio do BNP foi de 32,31pg/dl (+ 119,3), a média de ingestão foi 15% para o açúcar de adição e 10% para a gordura saturada em relação ao total de energia. O IG e CG observados na população foram 53,5 (+ 4) e 206,3 (+ 104,2), respectivamente. Na análise ajustada foi demonstrado que a cada grama de açúcar de adição ingerida, o valor do BNP aumenta em 0,2% (Exp (β)= 1,002; p<0,01) e a cada incremento de uma unidade na CG da dieta, há elevação de 0,4% (Exp (β)=1,004; p<0,01) nos seus níveis com significância estatística. O IG e a gordura saturada não tiveram associação significativa. CONCLUSÃO: O açúcar de adição e a CG dietética demonstraram contribuir para a elevação dos níveis séricos de BNP nesta população
metadata.dc.description.abstractother: INTRODUCTION: Feeding has been shown to be related to heart failure and its risk factors. However, the relationship, more specifically, between the characteristics of the individual's usual diet and the B-type natriuretic peptide (BNP), an earlier biomarker of injuries suffered by the heart, has not been widely explored so far by literature. AIM: To analyze the association between the intake of saturated fat and added sugar; besides the association between the glycemic index (GI) and the glycemic load (GL) of individual's diet, with BNP values. METHODS: Data from DIGITALIS, a cross-sectional study with a population of both sexes, aged 45 to 99 years, assisted by the Family’s Medical Program of Niterói city hall, RJ - Brazil. Were included in the present study individuals with information about their food intake, evaluated through a food frequency questionnaire, and BNP dosage, performed by the chemiluminescence method. Link log gamma regression was applied for variables of interest adjusted for: sex, age, body mass index, ethnicity, schooling, presence of hypertension and diabetes mellitus, total energy value and, in the case of GI and GL, fibers were included in the model. Were considered significant p≤0.05. RESULTS: 414 participants, mean age 58.6 years (+ 9.5), 63% were women and 25% were black. The mean BNP value was 32.31pg/dl (+ 119.3), the average intake was 15% for added sugar and 10% for saturated fat in relation to total energy intake. The GI and GL observed in the population were 53.5 (+ 4) and 206.3 (+ 104.2), respectively. In the adjusted analysis it was shown that for each gram of added sugar consumed, the BNP value increases 0.2% (Exp (β)=1.002; p <0.01) and for each increment of one unit in diet’s GL , there is an increase of 0.4% (Exp (β)=1.004; p <0.01) at its levels with statistical significance. GI and saturated fat had no significant association. CONCLUSION: Added sugar and dietary GL demonstrated to contribute for the rising of serum BNP levels in this population
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8450
Appears in Collections:PPGSC - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - 09.pdf1.29 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.