Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8454
Title: Influência do conteúdo inorgânico nanoestruturado sobre as propriedades ópticas e de superfície de compósitos resinosos experimentais
Other Titles: Influence of nanostructured inorganic content over optical properties and surface texture of model composites
Authors: Salgado, Vinícius Esteves
metadata.dc.contributor.advisor: Cavalcante, Larissa Maria Assad
Issue Date: 2013
Abstract: O objetivo do presente estudo, dividido em duas fases, foi determinar a influência do tamanho da partícula de carga sobre as propriedades ópticas e de superfície de compósitos experimentais nanoestruturados, antes e após os procedimentos de envelhecimento. Na primeira etapa (Fase I), foram formulados três grupos experimentais com partículas de carga nanométrica: 7nm (G1), 12nm (G2) e 16nm (G3), inseridas em 45% em massa. Na segunda etapa (Fase II), as partículas foram inseridas em diferentes massas, porém igualadas em área de superfície (método BET): partículas de 7nm-15% em massa (G1), 12nm-26% em massa (G2) e 16nm35,5% em massa (G3) foram adicionadas à uma matriz resinosa composta por BisGMA e TEGDMA 1:1. Os parâmetros CIE L*a*b*, a diferença de cor (ΔE*), o parâmetro de translucidez, o brilho e a rugosidade de superfície, foram determinados antes e após imersão em água destilada e abrasão por escovação. Os resultados foram submetidos à análise de variância de dois fatores e ao teste de Tukey com nível de confiança de 95%. Em relação à Fase I, a imersão em água levou a um aumento no parâmetro CIE a* (direção ao vermelho) e da rugosidade de superfície assim como diminuição da translucidez e do brilho de superfície. A abrasão levou a um aumento no parâmetro CIE L* (aumento na luminosidade) e da rugosidade de superfície, porém à diminuição do brilho de superfície e translucidez para G2 e G3. Em relação à Fase II, a imersão em água provocou aumento em CIE a* (direção ao vermelho) para o G2 e diminuição no parâmetro CIE b* (direção ao azul) para o G3. A abrasão não provocou alterações significativas nas propriedades ópticas. O tamanho de partícula influenciou as propriedades ópticas e de superfície dos compósitos experimentais. Em ambas as etapas, quanto menor o tamanho da partícula de carga, melhor estabilidade das propriedades ópticas e da textura superficial. Ao se igualar a área de superfície das partículas, não foram observadas diferenças significativas nas propriedades de superfície entre os grupos.
metadata.dc.description.abstractother: The purpose of this study, separated in two distinct parts, was to determine the influence of filler size over the optical and surface properties of nanostructured model composites. Phase I: three experimental groups were formulated by the addition of fillers with different mean diameter sizes: 7nm (G1), 12nm (G2) and 16nm (G3), at 45% by weight. Phase II: the fillers ,the same used in Phase I, were added at different concentrations by weight, in order to equalize the surface area (BET method): 7nm-15% (G1), 12nm-26% (G2) e 16nm-35,5% (G3) into matrix comprising of BisGMA:TEGDMA 1:1. CIE L*a*b* parameters, color difference (ΔE*), translucency parameter, surface gloss and surface roughness were determined before and after immersion on distilled water and toothbrush abrasion. Data were submitted to two-way analysis of variance (ANOVA) followed by Tukey’s test, at a 5% global level of significance. Regarding Phase I, the immersion in distilled water leads to increase in CIE a* and surface roughness values as well as to decrease of translucency parameter and surface gloss values. Toothbrush abrasion leads to increase in CIE L* and surface roughness values and to decrease of surface gloss and translucency parameter values in G2 and G3. Regarding Phase II, immersion in distilled water leads to increase of CIE a* values in G2 and decrease of CIE b* values in G3. Toothbrush abrasion did not promoted significant changes in optical properties. Fillers’ size influenced the optical and surface properties of model composites. In both phases, the smaller the filler size, the better stability of optical and surface properties. Equaling the fillers’ surface area, it was not observed significant difference in surface properties between groups.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8454
Appears in Collections:PPGO - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Vinícius Salgado.pdf1.44 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons