Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8488
Title: Carta, lição e encenação em Clarice Lispector
Authors: Freitas, Karine Aragão dos Santos
metadata.dc.contributor.advisor: Santos, Matildes Demetrio dos
metadata.dc.contributor.members: SALGADO, MARCUS ROGERIO TAVARES SAMPAIO
CHIARELLI, STEFANIA ROTA
SANTOS, CLAUDETE DAFLON DOS
GOMEZ SANCHEZ, DARÍO
Issue Date: 2012
Abstract: Em Cartas perto do coração, Clarice Lispector e Fernando Sabino elegem a literatura como tema principal para discutirem. Em meio a conversas do cotidiano, os amigos pensam seus projetos literários, comentam leituras, falam sobre a recepção de alguns de seus textos e apresentam obras que estão escrevendo naquele momento. Com isso, a carta se torna uma possibilidade de estar perto do amigo distante, bem como de exercitar o pensamento crítico e literário, oferecendo-se a um diálogo sincero, a um cúmplice e leitor especializado. Ao se propor a leitura dessa correspondência como material paratextual, é possível apreender, nas cartas, importantes tópicos para a compreensão do processo de criação de Clarice Lispector. Principalmente, em relação ao seu modo de narrar por excelência: questionando-se, indagando-se. É em A hora da estrela que a narração consciente alcança o ápice, uma vez que é mola propulsora da própria narrativa. Os caminhos literários percorridos por Clarice Lispector estão esboçados nas cartas perto do coração, nas quais acompanhamos suas dúvidas e inquietações, quanto à literatura e quanto ao desconhecido e arriscado futuro de um escritor.
metadata.dc.description.abstractother: In Cartas perto do coração, Clarice Lispector and Fernando Sabino elect the literature as the subject to discuss. In the midst of everyday conversation, friends think about their literary plans, comment readings, talk about the reception of some of their texts and present works that have been writted. Thus, the letter becomes an opportunity to be closest to the distant friend, and to exercise critical and literary thought, offering a sincere dialogue, an accomplice and a specialized reader. When proposing the reading of this correspondence as paratextual material, it is possible to get, in the letters, important topics for understanding Clarice Lispector’s process of creating. Especially in relation to her excellence way of telling: questioning and asking himself. In A hora da estrela conscious narration reaches the top, since it is the driving force of the narrative itself. The literary paths traveled by Clarice Lispector are outlined in cartas perto do coração in which we follow her literary doubts and concerns, because the future of a writer is risky and unknown.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8488
Appears in Collections:POSLING - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissertação finalíssima pdf.pdf703.75 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons