Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/851
Title: Análise do trabalho e da saúde das mulheres que desempenham a função de limpeza no polo universitário de Volta Redonda
Authors: Azevedo, Eliza Regina Fonseca de
metadata.dc.contributor.advisor: Alvarez, Denise
metadata.dc.contributor.members: Oliveira, Simone Santos Silva
Neves, Mary Yale Rodrigues
Issue Date: 28-Aug-2015
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: Este estudo apresenta uma compreensão sobre o trabalho e a saúde das mulheres que desempenham a função de limpeza, em uma empresa terceirizada que presta serviços a uma instituição de ensino superior do estado do Rio de Janeiro. Pretendeu-se também conhecer os fatores relacionados à organização do trabalho, que podem reverberar negativamente nas relações de trabalho e nas condições de saúde das trabalhadoras. O estudo ancorou-se nos materiais oriundos da Ergonomia da Atividade, da área da Saúde do Trabalhador e suas interseções com as perspectivas de gênero e na Psicodinâmica do Trabalho. Utilizou-se o questionário INSATS para mapear o ambiente físico do trabalho, fatores de exposição, exigências físicas, ritmo e tempo de trabalho, orientação das tarefas, autonomia, relações de trabalho, reconhecimento e satisfação no trabalho, o que mais causa incômodo no trabalho, o estado de saúde das trabalhadoras e a proteção e riscos do trabalho. O questionário foi aplicado a uma população feminina de 21 trabalhadoras. Os resultados apontam para um trabalho muito assemelhado ao trabalho doméstico, de pouca visibilidade, precarizado, com baixos salários e desvalorizado pela sociedade.
metadata.dc.description.abstractother: This study provides an understanding of the work and health of women who perform the cleaning function on an outsourced company that provides services to a higher education institution in the state of Rio de Janeiro. It was intended to also know the factors related to work organization, which may reverberate negatively on labor relations and health conditions of workers. The study is anchored in materials derived from the activity of Ergonomics, Occupational Health of the area and its intersections with gender perspectives and work psychodynamics. We used the INSATS questionnaire to map the physical work environment, exposure factors, physical demands, rhythm and tempo of work, guidance tasks, autonomy, labor relations, recognition and job satisfaction, which causes more nuisance at work the health status of the working and protection and labor risks. The questionnaire was administered to a female population of 21 workers. The results point to a much resembled work to domestic work, poor visibility, precarious, low-paid and undervalued by society.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/851
Appears in Collections:MSG - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Eliza Regina Fonseca de Azevedo.pdf1.78 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.