Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8550
Title: Prevalência do aleitamento materno exclusivo e fatores associados em recém-nascido pré-termo tardio egressos de unidades de terapia intensiva neonatal da região do Médio Paraíba-RJ, 2015
Authors: Pinto, Patricia Tadeu Gomes
metadata.dc.contributor.advisor: Baltar, Valéria Troncoso
metadata.dc.contributor.advisorco: Bhering, Carlos Alberto
metadata.dc.contributor.members: Baltar, Valéria Troncoso
Cunha, Diana Barbosa
Souza, Bárbara da Silva Nalin de
Fonseca, Sandra Costa
Issue Date: 2017
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE
Citation: PINTO, Patrícia Tadeu Gomes. Prevalência do aleitamento materno exclusivo e fatores associados em recém-nascidos pré-termo tardio egressos de unidades de terapia intensiva neonatal da região do Médio Paraíba – RJ, 2015. 2017. 65 f.
Abstract: Pinto PTG. Prevalência do aleitamento materno exclusivo e fatores associados em recém-nascido pré-termo tardio egressos de Unidades de Terapia Intensiva Neonatal da Região do Médio Paraíba-RJ, 2015[Dissertação de Mestrado]. Niterói: Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva, UFF; 2017. Introdução: O leite da mãe de recém-nascidos pré-termo (RNPT) é vital para o desenvolvimento e proteção do cérebro imaturo, pois fornece os ácidos graxos de cadeia longa e outros nutrientes não presentes em fórmulas. Além disso, a composição desse leite é mais adequada às necessidades dos RNPT em relação ao produzido por mães de recém-nascido a termo (RNT). Logo, amamentar um RNT é importante, e amamentar um RNPT provavelmente é ainda mais importante. Objetivos: Estimar a prevalência de aleitamento materno exclusivo (AME) na alta hospitalar em recém-nascidos pré-termo tardio (RNPTT) egressos de unidade de terapia intensiva neonatal (UTIN) e os fatores associados. Além disso, identificar nos prontuários dos RNPTT as dificuldades mais frequentes na prática do aleitamento materno (AM) durante o período de internação; classificar o tipo de alimentação praticado nos egressos da UTIN; Comparar os resultados observados em hospitais credenciados na iniciativa Hospital Amigo da Criança com os não credenciados. Métodos: Foi realizada coleta de dados secundários, extraídos de registros dos prontuários da UTIN de três hospitais da região Médio Paraíba - RJ, do ano de 2015. Esses dados foram registrados em formulários semi-estruturados, que foi elaborado a partir da observação dos resultados de estudos anteriores, e do “protocolo de prontidão para a mamada de RNPT para início da alimentação oral”, contemplando grupos de variáveis de dados maternos, dados do recém-nascido e função oromotora/nutricional. A análise estatística usou teste Qui-quadrado e t-Student, realizada em pacote de dados SPSS 21. Resultados: Foram registrados dados de prontuários de 203 RNPTT, distribuídos em três instituições participantes, sendo 37,9% da Pró-baby, 35,5% do Hospital São João Batista e 26,6% do Hospital da Mulher. Na alta hospitalar, 86,2% estavam em aleitamento materno exclusivo, 12,3% estavam em aleitamento materno complementado com fórmula e 1,5% não estavam em aleitamento materno. A dificuldade mais prevalentes foi alteração do ritmo e coordenação da sucção (70,9%). Recém-nascidos sem náusea ao estímulo oral e com pega ao seio materno normal associaram-se a maior prevalência de AME. Não foi observada associação entre a forma de aleitamento na alta e o fato da instituição ser credenciada ou ser candidata ao credenciamento da Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC). Conclusão: É possível atingir índices satisfatórios em aleitamento materno em população vulnerável. Hospitais credenciados ou em processo de credenciamento a IHAC se beneficiam, por seguir as normas da iniciativa, na pratica destes melhores índices. Ainda são poucos os estudos que consideram a avaliação da função oromotora e sucção sob o olhar da atuação do profissional fonoaudiólogo, a abordagem do aleitamento materno em RNPTT internados em UTIN, este profissional parece contribuir com o sucesso do AM nesta população. São necessários outros estudos, que incluam a utilização de protocolo validado clinicamente, a fim de contribuir no diagnóstico da função oromotora relacionada do aleitamento materno dentro da UTIN visando fortalecer o aprimoramento dos planejamentos de ações e políticas públicas facilitadoras do AME nesta população. Descritores: aleitamento Materno, recém-nascido pré-termo tardio, aleitamento materno na alta
metadata.dc.description.abstractother: Objectives: To estimate the prevalence of exclusive breastfeeding (EB) at hospital discharge in late preterm infants (LPI) from Neonatal Intensive Care Unit (NICU) and their associated factors, including the most frequent difficulties in the breastfeeding practice; Methods: Data extracted from NICU medical records of three hospitals in the Médio Paraíba-RJ Region in 2015, using a semi-structured form based on the "protocol of readiness for the feeding of preterm newborns to begin the oral feeding", considering variables of maternal and newborn and its oromotor function. For the statistical analysis we used the Chi-square and t-Student tests performed in the SPSS 21 statistical package. Results: The EB on discharge was observed in 86.2% of the LPI. The presence of nausea to the oral stimulus, incorrect attachment to the mother's womb, presence of sepsis and infant received oxygenation were associated with a lower prevalence of EB at discharge. Conclusion: The EB is possible in vulnerable population. Hospitals in process or accredited to Baby Friendly Hospital Initiative benefit from following its norms to achieve better EB rates. There are only few studies that consider the evaluation of oromotor function and suction under the watchful eye of the speech therapist, which seems to contribute to the success of the breastfeeding in this population
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8550
Appears in Collections:PPGSC - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO- 24.pdf1.16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.