Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8566
Title: Aporte atmosférico do nitrogênio inorgânico e orgânico em área urbana e agrícola no estado do Rio de Janeiro
Authors: Silva, Andrea Rocha da
metadata.dc.contributor.advisor: Mello, William Zamboni de
metadata.dc.contributor.members: Gioda, Adriana
Knoppers, Bastiaan Adriaan
Maddock, John Edmund Lewis
Souza, Weber Friederichs Ladim de
Issue Date: 2009
Abstract: A proposta deste estudo foi determinar as concentrações de N inorgânico e orgânico, bem como quantificar a ureia através da deposição total em águas de chuva em Niterói e em Campos dos Goytacazes, área urbana costeira e agrícola do Estado do Rio de Janeiro, respectivamente. As formas de N investigadas foram nitrato (NO3 -), amônio (NH4 +), nitrogênio orgânico dissolvido (NOD) e ureia durante a estação seca e chuvosa. O NOD e a ureia têm sido identificados na atmosfera, entretanto, informações a respeito de sua contribuição são quase ausentes na deposição atmosférica no Brasil. As amostragens na região urbana costeira foram realizadas entre abril de 2005 e fevereiro de 2006, enquanto na região agrícola, de agosto de 2006 a janeiro de 2008. A distribuição média molar das formas de N foram 36% NOD, 23% NO3 - e 41% NH4 +. Em média, a uréia compreende cerca de 19% de NOD em Niterói. Na região agrícola, a distribuição média molar foi 75% NOD, 15% NO3 -, 10% NH4 + e uréia cerca de 14% do NOD. Os fluxos de deposição atmosférica em Niterói foram 2,9 kg ha-1 ano-1 para o NH4 + e 1,7 kg ha-1 ano-1, enquanto, o NOD e ureia foram 2,6 kg ha-1 ano-1 e 1,3 kg ha-1 ano-1. Em Campo dos Goytacazes os fluxos de deposição do N total foram 23,7 kg ha-1 ano-1 em área urbana e 37,6 kg ha-1 ano-1 em área próxima a plantações de cana-de-açúcar e pastagem. O fluxo de ureia para Niterói, RJ (1,3 kg N ha-1 ano-1) quando comparado a UENF (2,3 kg N ha-1 ano-1) e Lagoa de Cima, ambas em Campos dos Goytacazes (5,1 kg N ha-1 ano-1) foi duas vezes menor. Os resultados indicam influência de atividades antrópicas, principalmente da queima de biomassa em região agrícola e ureia como parte razoável do NOD. As concentrações das formas de N inorgânico e orgânico foram elevadas no período correspondente à queima das plantações de cana-de-açúcar
metadata.dc.description.abstractother: The aim of this study was to determine the concentrations of inorganic and organic N, as well as to quantify urea through bulk deposition in rain water in Niterói and Campos dos Goytacazes, a coastal urban area and an agricultural zone of Rio de Janeiro State, respectively. Dissolved organic nitrogen (DON) and urea have been identified in the atmosphere all over the world. However, there is little information about their contribution to the atmospheric deposition in Brazil. The forms investigated included nitrate (NO3 -), ammonium (NH4 +), DON and urea. The samples were collected between April 2005 and February 2006 in Niterói, and between August 2006 and January 2008 in Campos dos Goytacazes. The average molar distributions of the investigated N forms were 36% DON, 23% NO3 -, and 41% NH4 + where urea comprises about 19% of the DON in Niterói. In contrast, the agricultural region showed an average molar distribution to 75% DON, 15% NO3 -, and 10% NH4 + where urea is about 14% of the dissolved organic N. The rates of the atmospheric deposition fluxes in Niterói were 2,9 kg ha-1 yr-1, NH4 + and 1,7 kg ha-1 yr-1. However, DON and urea were 2,6 kg ha-1 yr-1 and 1,3 kg ha-1 yr-1. In Campos dos Goytacazes, the fluxes of N atmospheric deposition were 23,7 kg ha-1 yr-1 in its urban area and 37,6 kg ha-1 yr-1 in the zone next to plantation of sugarcane and pasture. The fluxes of urea to Niterói, RJ (1,3 kg N ha-1 yr-1) when compared to UENF (2,3 kg N ha-1 yr-1) and Lagoa de Cima, both in Campos dos Goytacazes (5,1 kg N ha-1 yr-1) were two times inferior to those. To sum up, the results suggest that anthropogenic activities (mainly biomass burning in the agricultural zone) possibily represent a strong influence to the N forms found in this work, as well as urea contributed reasonable as a part of the DON. Besides that, the concentrations of the inorganic and organic N forms raised during the sugarcane burning period.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8566
Appears in Collections:PPG-GEO - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese Andrea.pdf4.21 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons